A+ / A-

Estado Islâmico ameaça Portugal. "Não podemos estar descansados”, diz especialista

31 mar, 2016 - 18:50

“Hoje Bruxelas, amanhã talvez Portugal”, dizem os jihadistas. Esta será a primeira vez que Portugal é referido de forma tão explícita na propaganda do EI.
A+ / A-

O Estado Islâmico acaba de lançar uma ameaça que refere explicitamente Portugal como potencial alvo de ataque terrorista. A ameaça do Estado Islâmico surge num artigo divulgado pela Al-Wafa, que funciona como agência noticiosa do grupo jihadista.

“Hoje Bruxelas e o aeroporto belga, amanhã talvez Portugal ou Hungria”, refere o artigo. Os fundamentalistas dizem ainda: “Se Alá nos ajudar, atacaremos os vossos clubes nocturnos, estádios, escolas e universidades, por mar, terra e todo o lado”.

"Ninguém sobreviverá", avisam.

Esta será a primeira vez que Portugal é referido de forma tão explícita na propaganda do Estado Islâmico. Os jihadistas já tinham manifestado várias vezes a intenção de ocupar a Península Ibérica, mas sempre no contexto da restauração do domínio árabe, conhecido por estes como al-Andalus.

O presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo (OSCOT), Rui Pereira, diz à Renascença que “Portugal, infelizmente, é um alvo possível para um atentado terrorista, como qualquer país europeu”.

“Em primeiro lugar, por causa das suas alianças. Portugal é um país da União Europeia e da NATO, que são consideradas inimigas pelo Estado Islâmico e pela Al-Qaeda”, diz o ex-ministro da Administração Interna.

“Em segundo lugar, porque Portugal fica num pretenso califado que o Estado Islâmico quer instaurar. Em terceiro lugar, porque a cultura e a civilização portuguesas, baseadas em ideais democráticos de Estado de Direito, não são propriamente simpáticas para o Estado Islâmico”, conclui.

Por isso, diz Rui Pereira, "não espanta que em acções de propaganda já tenhamos visto a bandeira portuguesa como uma das inimigas da organização terrorista". "Não podemos estar descansados", garante.


legislativas 2019 promosite
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Joao
    25 jul, 2016 Porto 22:55
    O mundo tem potencial para ganhar o estado islamico mas decidem ficar quietos e esperar que a terceira querra mundial venha para inocentes morrerem e triste saber que portugal nao esteja em segurança
  • Alexandre
    05 abr, 2016 Albino 13:31
    Esqueceram-se certamente de validar o meu comentário anterior. Só pode!
  • Pinto
    03 abr, 2016 Custoias 14:19
    Portugal não está livre de um ataque terrorista? Senhores jihadistas o parlamento é em Lisboa.
  • Anonimo
    02 abr, 2016 Aqui 16:31
    Cuidado com a época do verão e sobretudo no Algarve. .. muitos turistas...
  • Alberto Martins
    01 abr, 2016 Lisboa 13:09
    Caro J.R. esta noticia não é brincadeira de 1 de Abril, basta ler em cima "31 Mar, 2016 - 18:50"... De qualquer maneira sendo algo sério não deixa de ser assunto com que se brinque...pode acontecer em qualquer lado e em qualquer momento mas não podemos viver com medo que é isso que eles querem...portanto... Nó em Portugal nem devemos ter grandes problemas...se eles cá vierem atiras-mos-lhes com o bruno carvalho, o inácio e o octávio, e eles aprendem a lição... ;)
  • Afonso
    01 abr, 2016 Lisboa 11:47
    E ontem ouvi na rádio o vice-presidente dessa fraude chamada "luta anti-terrorista" a dizer o óbvio(que muitos pensam)ou seja que "a propensão multicultural e de portas abertas da comunidade tuga permite na prática a infiltração de terroristas/jihadistas".Alguém tomou nota?
  • João
    01 abr, 2016 Lisboa 11:20
    Mas o pessoal vive em que mundo? Acho uma graça a estes especialistas ou que dizem ser especialistas... Malta... deixem de viajar na maionese e voltem à realidade! Atentados podem acontecer em qualquer parte do mundo. Isto de incutir medo aos Portugueses com estas noticias não é só triste, é decadente. Qualquer pessoa no seu perfeito juízo tem consciência que atentados podem acontecer em qualquer lado. Nós apesar de sermos os "pequeninos" da Europa, ainda existimos. E como tal existirá sempre a possibilidade de acontecer em Portugal algo do género. Em Portugal e em qualquer outro lado. Temos de cair na realidade, ninguém está isento de nada. Ou será que nos passaram um atestado de isenção? A estes jornalistas, especialistas, comentadores e tudo o mais... esforcem-se um pouco mais. Noticias fáceis ou obvias qualquer um é capaz.
  • J.R.
    01 abr, 2016 Évora 11:16
    Se isto for verdade, temos de ficar alerta, mas se isto for uma brincadeira do 1 de Abril, se isto é mentira, então quem escreveu este artigo deveria ter atenção que com coisas sérias não se brincam, especialmente numa altura que anda tudo nervoso e preocupado com estas situações.
  • Christina lameiro
    01 abr, 2016 Lisboa 07:14
    E esse país ( Portugal) que fique bem ligado pois eles não brincam
  • Hugo
    01 abr, 2016 Lisboa 04:39
    Não preciso de ser especialista para dizer a mesma coisa. Está aos olhos de todos.