A+ / A-

Indicadores de actividade económica e consumo privado voltam a piorar em Fevereiro

18 mar, 2016 - 12:58

É o que revelam dados do Banco de Portugal divulgados esta sexta-feira.
A+ / A-

Os indicadores relativos à actividade económica e ao consumo privado medidos pelo Banco de Portugal (BdP) apresentaram uma diminuição em Fevereiro, face a Janeiro, de acordo com os dados divulgados esta sexta-feira.

Em Fevereiro, o indicador coincidente mensal para a actividade económica apresentou uma redução (passou de 1,0% em Janeiro para 0,7%), após a ligeira diminuição observada no mês anterior.

Por sua vez, o indicador coincidente mensal para o consumo privado voltou a registar uma diminuição face ao mês anterior, "acentuando o perfil ligeiramente descendente registado ao longo do último trimestre de 2015" (2,4% em Outubro, 2,3% em Novembro, 2,2% em Dezembro, 2,1% em Janeiro e 1,9% em Fevereiro).

Os indicadores coincidentes do BdP são indicadores compósitos que reflectem a variação homóloga do respectivo agregado económico.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • ana
    18 mar, 2016 Amadora 18:27
    Foi descendo de acordo com a prestação do governo. Confirme se foi sabendo dos planos do governo para o futuro vê-se perfeitamente que cada vez mais pessoas percebem que não vai correr bem e o resultado é a retração da economia. E as agências internacionais de rating ainda não avaliaram o OE quando o fizerem voltamos onde estávamos quando o Sócrates caiu....
  • osousadeviseu
    18 mar, 2016 S. Pedro do Sul 17:52
    Aqui na minha terra não se passa nada, o povo não tem dinheiro nem emprego e cada vez está pior, muito pior
  • Diogo
    18 mar, 2016 Funchal 17:28
    Nada como um governo de esquerda para destruir a economia de Portugal.
  • JPTUGA
    18 mar, 2016 Lisboa 16:59
    Caro Batoteio. Será que queria dizer batoteiro Costa mais o "competentíssimo" Sem-tino????
  • JPTUGA
    18 mar, 2016 Lisboa 16:40
    Esse LARAJAFASTIO parece-me mais um MORANGOFASTIO de tão vermelho que é...
  • Batoteiro
    18 mar, 2016 Lisboa 16:31
    Mas afinal o batoteiro Costa mais o "competentíssimo" Centeno não nos garantiram que o consumo privado ia crescer e que ia ser a salvação do País? E por via disso a actividade económica ia crescer? E os impostos indirectos? A quem é que prejudicam mais? Aos ricos? Ah batoteiros e perdedores ... vão longe, vão. O pior é que nos levam convosco.
  • Khrom
    18 mar, 2016 Leiria 15:08
    Ai Costa Costa!!! A vida custa....
  • Carlos Costa
    18 mar, 2016 Santarem 14:50
    Com este governo ilegítimo e imoral,a tendência natural será sempre a piorar,a passos largos para nova banca rota!!!!!!
  • laranjafastio
    18 mar, 2016 podre 14:49
    Eh pá tem calma aí. Para pior acho que não vamos. Foram 4 anos a penalizar trabalhadores, meter privados contra públicos, cortes cegos para agradar a troika, meteu o país na miséria, e vens agora para aqui falar em geringonça??!! este pelo menos ainda fala e diz alguma coisa, à troika. O coelho era cheira bufas, um cão obediente, dizia sempre amém e enterrava cada vez mais os portugueses. O coelho ganhou por aquela percentagem porque os empresários e os mais ricos, e tu fazes parte da mesma laia, estes que querem explorar os trabalhadores e enriqueceram mais à custa da miséria deles, tinham um fantoche que estava pelo lado deles e estava contra os trabalhadores, mais aqueles parvos que olhem para um partido como olham para um grupo de futebol, foram mais votar nele...enterra a cabeça na areia!!!
  • Carlos Filipe
    18 mar, 2016 Abrantes 14:06
    então a geringonça não diz nada,disseram que era tudo uma maravilha e agora é o que se está aver,ainda agora estamos no inicio esperemos mais alguns meses depois veremos o descalabro total,pobre país este .