A+ / A-

Patriarcado lança curso de marketing e comunicação para organizações religiosas

16 mar, 2016 - 17:21 • Ana Lisboa

A iniciativa é do Instituto Diocesano da Formação Cristã, onde este curso vai decorrer durante cerca de dois meses.
A+ / A-

Um curso de "Marketing, Comunicação e Pastoral” começa a ser ministrado estta quinta-feira, na diocese de Lisboa, com o objectivo de proporcionar ferramentas a quem trabalha em cargos de gestão e comunicação nas instituições ligadas à Igreja.

O objectivo “é melhorar conhecimentos e competências em marketing e comunicação das pessoas da Igreja Católica envolvidas em tarefas de gestão ou comunicação em paróquias, centros sociais paroquiais, instituições religiosas, misericórdias, confrarias, movimentos e obras”, diz à Renascença António de Brito, coordenador do curso, promovido pelo Instituto Diocesano da Formação Cristã.

A formação tem uma vertente inovadora que tem a ver “com introduzir a palavra marketing nos cursos ligados a Igreja”.

"Tentamos inserir como uma técnica essencial que pode ajudar na questão do serviço social, do serviço pastoral”, explica António de Brito, sublinhando que a ideia é aplicar o conceito "à comunicação em acção, ao serviço social, não só na comunicação oral - como comunicar em público, por exemplo -, mas também como se relacionar com os jornalistas, como analisar o fenómeno mediático ou como redigir um press release".

De acordo com o coordenador do curso, o plano do curso não esquece "a vertente das redes digitais, a edição de publicações e uma visão cristã da comunicação”.

O curso, promovido pelo Instituto Diocesano da Formação Cristã, vai funcionar duas vezes por semana, às quintas e sextas-feiras, em horário pós-laboral, das 18h30 às 23h00 e tem a duração de cerca de dois meses.

Este tema será desenvolvido no programa Princípio e Fim, na Renascença, no próximo domingo, 20 de Março, pelas 23h30.


legislativas 2019 promosite
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.