A+ / A-

Papa quer processos de canonização mais transparentes

10 mar, 2016 - 15:51 • Dupla canonização é motivo de esperança para cristãos na Terra Santa

Doações para processos devem ser escrupulosamente administradas e será ainda criado um fundo de solidariedade para ajudar as dioceses mais pobres.
A+ / A-

O Vaticano publicou, esta quinta-feira, um conjunto de alterações às normas que governam os processos de canonização na Igreja Católica.

As principais mudanças dizem respeito ao aspecto financeiro, que actualmente leva a que os processos das dioceses e dos países ricos se concluam mais rapidamente do que aqueles de países com maiores dificuldades.

O Papa quer mais transparência e, por isso, as novas regras exigem que todos os donativos feitos para um processo sejam colocados numa conta à responsabilidade de um administrador e que todas as movimentações de dinheiro sejam cuidadosamente documentadas.

Para evitar a disparidade entre processos de países pobres e ricos, Francisco manda também criar um “fundo de solidariedade” que contribuirá para as dioceses mais pobres. Um processo de canonização pode custar várias centenas de milhares de euros, entre recolha de testemunhos, elaboração de provas e análises científicas dos alegados milagres.

A lista de 21 alterações às normas da Congregação para as Causas dos Santos foi divulgada esta quinta-feira no boletim diário da sala de imprensa da Santa Sé.


legislativas 2019 promosite
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • 10 mar, 2016 lx 21:46
    São poucas dezenas de milhar dese tanto e não várias centenas de milhar de euros