O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

Vaticano adopta aplicação de oração “made in Portugal”

03 mar, 2016 - 18:16 • Filipe d'Avillez

Criado há pouco mais de um ano, o Click to Pray tem cerca de 85 mil utilizadores.
A+ / A-

O Vaticano vai adoptar uma aplicação portuguesa para promover as intenções de oração do Papa em todo o mundo.

A Click to Pray foi criada pelos jesuítas portugueses como instrumento ao serviço do Apostolado de Oração, um ministério que existe há 150 anos e que divulga as intenções de oração mensais do Papa.

O padre jesuíta António Valério explica que quando o Apostolado de Oração a nível internacional pensou em criar uma plataforma para promover o seu trabalho rapidamente percebeu que não era preciso inventar a pólvora.

“Perceberam que não tinham de inventar nada de novo e a experiência portuguesa seria uma ajuda excelente para o que estavam à procura, e assim o Click to Pray passa a ser agora a plataforma oficial da rede mundial de oração do Papa”, diz.

“Já tinha havido pessoas de outros países e de outras línguas que iam conhecendo o Click to Pray e perguntavam directamente quando é que existiria a versão inglesa, ou espanhola, e havia pessoas que seguiam mesmo sem entender bem a língua. A plataforma internacional terá, para além do português, o espanhol, o francês e o inglês", refere.

A variedade de línguas vai permitir que as actuais 85 mil pessoas se tornem uma multidão, explica ainda o sacerdote. “Estamos a falar de milhões. Mesmo em português, embora a grande maioria dos utilizadores seja de Portugal, o Brasil, sendo o país com maior número de católicos, já tem alguma entrada. Agora, com a divulgação que será feita a nível internacional, esperamos crescer exponencialmente no Brasil. Depois, sendo também uma aplicação ligada muito directamente ao Papa Francisco e às suas intenções de oração, a América Latina também é um terreno enorme onde o Click to Pray pode crescer.”

A apresentação oficial da versão internacional do Click to Pray será feita sexta-feira, em Roma, e contará com a presença dos responsáveis internacionais do Apostolado da Oração e da secretaria de comunicação da Santa Sé.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Celso Santana
    04 mar, 2016 Rio Maior 13:09
    Mesmo Sendo a Plataforma Portuguesa, E Sendo EU PorTuGues, Prefiro Rezar O Meu Próprio PAI NOSSO! À MINHA MANEIRA!... Celso Santana, Rio Maior, 041305Z MAR 2016
  • Maria Conceiçao
    04 mar, 2016 LISBOA 05:25
    GRANDE PAPA que chegou ao Vaticano. Está a dar ao mundo as palavras necessárias para ultrapassarmos esta terceira guerra mundial. BEM HAJA SANTISSIMO PAPA FRANCISCO, PARECE QUE NASCESTE EM ASSIS
  • Carlos Moreira
    04 mar, 2016 Luanda - Angola 03:52
    Como aceder à aplicação ? Nunca tinha ouvido falar / lido desta ideia ! Informem mais e melhor !
  • António Mourinho
    03 mar, 2016 MIRANDA DO DOURO 22:25
    Óptima dos jesuítas portugueses ! Será uma oportunidade não só para rezar pelo Santo Padre mas também para fazer ressurgir o movimento do Apostolado da Oração.E o Santo Padre , este ou outro precisam sempre da oração de todo o mundo !