O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

Saudita condenado a 10 anos de cadeia por se declarar ateu

29 fev, 2016 - 17:38

O homem de 28 anos não se mostrou arrependido em tribunal e foi ainda condenado a levar 2.000 chicotadas.
A+ / A-

Um homem de 28 anos foi condenado a 10 anos de cadeia e a 2.000 chicotadas por negar a existência de Deus e ridicularizar a religião em comentários na internet.

O jornal saudita “Al-Watan” indica que o homem, cujo nome não é referido, não só não negou as suas actividades como se recusou a mostrar qualquer arrependimento, tendo sido ainda multado num valor de cerca de 5.000 euros.

As autoridades terão encontrado centenas de tweets a negar a existência de Deus, a ridicularizar versículos do Alcorão e a dizer que as religiões em geral conduzem à violência. Na sua defesa o acusado não só não mostrou arrependimento como confirmou as suas opiniões e disse ter o direito de as expressar, segundo o jornal britânico “The Independent”

Ao abrigo da lei saudita, porém, esse direito não existe. O ateísmo é, até, equiparado a terrorismo, ao abrigo de uma lei de 2014, que criminaliza “encorajar o pensamento ateísta de qualquer forma, ou questionar os fundamentos da religião islâmica sob a qual o país está sustentado”.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • CHARLES
    01 mar, 2016 QUEBEC 23:06
    Assim é que é. Os governos ocidentais que se põem de joelhos e a lember as botas destes atrasados mentais. Recebam-nos ainda outra vez com servitude com fez Hollande. IDIOTAS
  • MANEL
    01 mar, 2016 AVEIRO 22:45
    isto é o caos,,animaes iguais
  • Vasco Couto
    01 mar, 2016 Braga 15:07
    Estou completamente de acordo, então não querem ver que esses desmiolados só acreditam neles mesmo, não sabem que tem um chefe supremo com muita guita e que é o Deus deles. É como pertencer à Europa e não querer ser europaísta. Mandem referendar e tentam dizer não.
  • oraaíestá!
    01 mar, 2016 aestupidezdasbestas 10:38
    Por isso é que estes países nunca mais terão paz e respeito pelo ser humano...
  • Mike Campos
    29 fev, 2016 Aveiro 18:17
    Então mas como isto se passa na Monarquia Saudita Absoluta do Petróleo, está tudo bem. Aqui nem EUA, nem UE, nem ONU e quejandos, vêem qualquer problema...
  • Mike Campos
    29 fev, 2016 Aveiro 18:15
    Então mas como isto se passa na Monarquia Saudita Absoluta do Petróleo, está tudo bem. Aqui nem EUA, nem UE, nem ONU e quejandos, vêem qualquer problema...
  • tuagtento
    29 fev, 2016 amarante 18:01
    Mais um pais que vive na idade da pedra. Estes Sauditas são mesmo um povo de selvagens.