O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

Bispos: Cartaz do BE é "uma afronta aos crentes"

26 fev, 2016 - 11:36

Bloco de Esquerda faz cartaz a favor da adopção de crianças por casais homossexuais. Nele lê-se: "Jesus também tinha dois pais".
A+ / A-

O porta-voz da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP), Manuel Barbosa, classifica como "uma afronta aos crentes" o uso de uma imagem de Jesus Cristo numa campanha do Bloco de Esquerda em defesa da adopção por casais homossexuais.

De acordo com o "Público", o BE vai colocar nas ruas um cartaz com a imagem de Jesus Cristo no qual se lê "Jesus também tinha dois pais" e que pretende assinalar a data de 10 de Fevereiro de 2016, dia em que o Parlamento confirmou as leis vetadas no final de Janeiro pelo Presidente da República, Cavaco Silva, sobre a adopção por casais homossexuais e as alterações à lei da Interrupção Voluntária da Gravidez.

Em declarações, esta sexta-feira, à agência Lusa, o porta-voz da CEP disse que o cartaz "afronta os crentes que seguem Jesus Cristo e os que são da Igreja, naturalmente".

"Deve haver respeito pela liberdade de expressão. Sabemos que esse respeito deve ser sempre um respeito mútuo. A liberdade implica sempre relação e co-responsabilidade e, este respeito mútuo, não sei se estará presente no anúncio deste cartaz", sublinhou Manuel Barbosa, para quem o cartaz do BE é "uma analogia sem sentido".

"É de lamentar que não se tenha em atenção as convicções de quem segue Jesus Cristo, mesmo que este cartaz já tenha sido feito noutros países. É uma cópia de muito mau gosto", sustentou.

O responsável pela comunicação da CEP disse ainda esperar que o cartaz "não seja motivo para desviar a atenção em relação aos problemas da vida das pessoas".

O porta-voz dos bispos disse ainda que o cartaz "vale o que vale", realçando que "há coisas mais importantes".

Cartaz não é peça única da campanha

De acordo com o "Público", o cartaz é apenas uma das peças de uma campanha do BE que inclui ainda um "outdoor", no qual se lê a palavra "Igualdade", acompanhada de desenhos que representam diferentes tipos de famílias". Haverá ainda autocolantes e uma sessão pública para discutir o tema.

A deputada do BE Sandra Cunha disse ao "Público" que a ideia do cartaz com a imagem de Jesus Cristo não pretende ofender nem a Igreja, nem a religião, tratando-se apenas de "mostrar às pessoas que sempre existiram famílias diferentes e que essa não é uma realidade nova, nem recente".

Os dois pais a que se refere o cartaz são, segundo a deputada, "o pai espiritual e o pai terreno de Jesus Cristo".

Manuel Barbosa critica: "Essa dos pais espirituais é abusiva. Penso que há um certo aproveitamento, num período em que na Igreja se está a viver um tempo forte de Quaresma, depois a Páscoa e o Ano da Misericórdia. Não sei se é coincidência ou se é propositado.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Maria Celeste Mónico
    03 mar, 2016 Caranguejeira 16:34
    Li e reli e depois de pensar a ilógica da comparação, se assim se pode dizer, estas adopções iriam fazer com que as crianças tivessem não dois pais mas três, já que o BE admite haver Deus como Pai , usando Deus como razão e força para conseguirem o que querem. Acho que o BE apenas está a usar Deus para conseguir os seus fins. Ainda bem que a única forma de quererem fazer valer as suas ideologias foi a procura de Deus como pai. Aproveitemos esta forma como um bem, isto cá para nós, no entanto esqueceram-se que seguindo esta metodologia darão às crianças não dois pais, mas três. Não concordo com estas formas de vida, mas todos nós sabemos que as opiniões divergem, as pessoas são diferentes por isso é que o mundo é tão variado. Eu acho que alguém de direito deveria aproveitar os meios de comunicação para realçar a grandeza de Deus para se conseguir uma coisa tão anormal. Afinal Deus toca e está nos mais irreverentes. Não querem nada com Ele mas servem-se d'Ele para concretizarem os seus objectivos.
  • Serafim Falcão
    28 fev, 2016 Lisboa 18:01
    Eu penso que a Igreja não aproveita esta e outras oportunidades para esclarecer, catequizar, instruir; em suma, ensinar- "ide e ensinai"; neste caso, nem é preciso ir...
  • nekas
    28 fev, 2016 Lisboa 12:24
    De hoje em dia as pessoas evoluidas crêm na ciência e na tecnologia porque é evidente,as religiôes são mitos que em tempos serviram para travar os impetos animalescos do homem(pensante logo abusador)a religião será assim um complemento de modo vida muito útil quando bem utilizado sem tabús e sem pressões,com todo o respeito que me merecem os bispos não se devem meter em assuntos de politica e liverdade de pensar e dizer,isso não é um modo de boa continuação daquilo que de bom tem o ser-se religioso,estamos no século 21 e o homem já foi á lua,estamos num planeta com uma órbita á volta do sol,esse sim é o nosso Deus,o SOL,a não ser que sejamos cubaias de outras civilizações mais evoluidas de outros planetas,ou teremos a pretenção de que existimos sósimos no firmamento?
  • mikael
    27 fev, 2016 leiria 20:49
    Me da aparecer que os bispos e padres cada bens estão mais analfabetos ! e se fazem de santos sem pecados onde a maior vergonha bem da pedofilia por bispos e padres ! mesmo a sim se julgam santos ganhem é um pouco de vergonha pois as pessoa não gostam dos padres nem dos bispos que sempre andaram a crisificar tantos ser humanos com suas vaidades de mandatários ! pois eu sou honesto e verdadeiro eu amo muito jesus cristo e Deus Divino e meu adorado pai ! e tenho dois pais e tive duas mães minha mãe carnal e minha divina mãe Virgem Maria ! e a todos bispos cardeais e padres ! ou pastores e outos mais Deus divino não é nenhuma religião ! as religiões foram feitas por os seres humanos onde todos nos somos pecadores ! e Deus Divino é só um nosso pai e criador de todos os universos !!!
  • Rui Silva Bento
    27 fev, 2016 Santarém 05:18
    Onde estava a igreja portuguesa quando do casamento homossexual e da adopção? Em França ouviu-se. E aqui?
  • Osvaldo Marques
    27 fev, 2016 Torres Vedras 00:31
    Não tenho palavras para descrever o que sinto. Ainda estou incrédulo com tão grande desrespeito para com O nosso Senhor.
  • Amâncio Faria Vaz
    26 fev, 2016 Porto 22:46
    Começo por dizer que este cartaz não é nada imaginativo! Mas também não é nenhum escândalo! E digo isto, porque sou Católico praticante assumido. Como Católico, não posso de deixar de criticar uma Igreja que nunca gostou da liberdade de expressão e sempre se colocou ao lado da direita o que até muitos elementos do Clero no tempo do Salazar colaboraram com a PIDE! Quantos homens e mulheres foram presos pela então PIDE? Informados por esta classe só porque ou não ligavam à Igreja ou criticavam esta... Jesus Cristo é o Homem justo, nunca obrigou ninguém a segui-lo, para ele não existia diferenças de pessoas... Aliás, muitas das vezes os discípulos que o acompanhavam, ficavam ofendidos por Jesus Cristo falar com uma prostituta ou até com um ladrão... Jesus Cristo sempre lhes respondia, "Quem precisava de carinho era esta gente!". Fui criado no meio dos Católicos e continuo a ser, mas na realidade comecei-me a aperceber que os homens e mulheres da minha religião usavam muito a hipocrisia e sempre deram mais importância aos ricos do que propriamente olharem para os pobres.. Chamo- lhe eu a esta Classe do Clero português "A classe do capitalismo católico" Usam umas palavras muito bonitas nas homilias para os mais necessitados com uma autentica hipocrisia à mistura... Terminando, comecem realmente sem mais hipocrisia a utilizar o verdadeiro modelo de Nosso Jesus Cristo!!! Não sei se a Renascença vai publicar este comentário???!!!
  • Luisa
    26 fev, 2016 Lisboa 19:34
    Um cartaz como este (ou as frases feitas que costumam usar) não é uma afronta aos crentes. Somente demonstra que os seus autores desconhecem totalmente o tema sobre o qual opinam. A ignorância é motivo de pena, não de afronta.
  • Luisa
    26 fev, 2016 Lisboa 19:34
    Um cartaz como este (ou as frases feitas que costumam usar) não é uma afronta aos crentes. Somente demonstra que os seus autores desconhecem totalmente o tema sobre o qual opinam. A ignorância é motivo de pena, não de afronta.
  • fanã
    26 fev, 2016 aveiro 19:12
    Bem.............logo que não ataquem a sede do B.E aos tiros de metralhadora não há problema....!!!!