O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

​Concurso de Ideias que Marcam

17 fev, 2016 - 14:47

Neste espaço Euranet, vamos hoje falar sobre o Concurso de Ideias que Marcam, lançado pela Representação da Comissão Europeia em Portugal. Estão abertas as candidaturas para a terceira edição e podem concorrer ideias ou projectos.
A+ / A-
Trabalho Sem Fronteiras (18/02/2016)
Trabalho Sem Fronteiras (18/02/2016)

Bruxelas tem vindo a apoiar o empreendedorismo, em diversas áreas, e dá apoio financeiro, que pode servir para o arranque de novas empresas. Este concurso é lançado apenas para o território nacional e vai escolher dois vencedores, cada um recebe um prémio de 5 mil euros.

Esta é uma iniciativa da Representação da Comissão Europeia em Portugal e o chefe interino João Tatá dos Anjos falou à Renascença sobre os objectivos do concurso. O prazo para apresentar candidaturas ao concurso de ideias e negócios termina no próximo domingo, dia 21. E os prémios serão entregues a dois vencedores, no dia 9 de Maio, que é o Dia da Europa.

A Renascença foi conhecer dois projectos vencedores, duas ideias que marcaram a última edição do concurso. Zuper Brain e Mater Dynamics são duas empresas de jovens portugueses que estão a lançar-se no mercado.

Qualquer ideia tem pernas para andar, mas só isso não chega, e por isso os candidatos (e depois os finalistas do Concurso de Ideias que Marcam) recebem muita informação e conhecimentos. Para transformar a ideia em projecto e em negócio. Numa conversa com a jornalista Filomena Barros, Tiago Cunha Reis fala da importância de ter ideias que “saiam do papel”. Neste aspecto, a Mater Dynamics não perdeu a oportunidade.

O que faz então esta empresa criada por jovens engenheiros? Desenvolve nano-sensores, que são pequenas moléculas que se colocam em materiais, e que têm capacidade para sentir pequenas flutuações à volta. O produto chama-se QStamp e está já a ser aplicado em clientes nacionais.

O objectivo da empresa é consolidar o produto no mercado nacional, e estabelecer contactos com clientes fora do país. Por isso, concorrer à iniciativa da Comissão Europeia e ganhar o prémio de 5 mil euros, foi um importante incentivo, reconhece Tiago Cunha Reis. Para além do investimento, explica este responsável que o concurso abriu muitas portas. A Mater Dynamics venceu, na edição 2014, a categoria de projectos consolidados.

Outro caso é o da Zuper Brain, uma ideia vencedora nos projectos nascentes. A empresa acaba de lançar o produto no qual investiu o valor do prémio, como refere Ana Claúdia Dias, que explica em que consiste o negócio.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.