O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

​Cimeira com “Brexit” em cima da mesa

15 fev, 2016 - 14:35

No habitual espaço Euranet, às segundas-feiras, olhamos para a semana que aí vem. Uma semana que fica marcada pela Cimeira Europeia em Bruxelas e pelo pedido de adesão de um novo Estado.
A+ / A-
Olhar Europa (15/02/2016)
Olhar Europa (15/02/2016)

A Bósnia formalizou esta manhã a sua candidatura à União Europeia, embora Bruxelas já tenha feito saber que o país precisa de pôr em marcha uma série de reformas antes deste pedido ser sequer equacionado.

A recepção da candidatura foi confirmada pela Alta Representante da UE para os Negócios Estrangeiros e a Política de Segurança, Federica Mogherini, que também hoje preside à reunião mensal dos ministros dos Negócios Estrangeiros da União Europeia.

Na agenda, para além dos passos a adoptar na sequência do acordo climático global, alcançado em Paris no ano passado, vai estar a crise na Síria e as fronteiras orientais da União Europeia, o que vai obrigar a um olhar especial sobre a situação na Moldávia e na Bielorrússia.

Ainda em Bruxelas, hoje há reunião dos ministros da Agricultura e Pescas e o vice-presidente da Comissão Europeia, Frans Timmermans, recebe o Ministro dos Negócios Estrangeiros português, Augusto Santos Silva.

A Cimeira Europeia arranca na quinta-feira, mas os preparativos começam muito antes. Já esta noite, o chefe do Governo britânico vai jantar a Paris com o Presidente francês. David Cameron e François Hollande vão discutir os termos do acordo que Londres está a negociar com Bruxelas para se manter na União Europeia. Negociações que levam David Cameron amanhã a Bruxelas, onde o Primeiro-ministro britânico vai reunir-se com os líderes dos grupos políticos do Parlamento Europeu para discutir justamente as alterações ao acordo com a União Europeia. Uma reunião que será à porta fechada.

Para amanhã está ainda previsto um Conselho dos Assuntos Gerais da União Europeia.

E termina prazo da segunda fase de candidaturas a financiamento comunitário ao abrigo do Mecanismo Interligar a Europa - Projectos de expansão e modernização das redes transeuropeias de transportes, telecomunicações e energia.

Quarta-feira assinalam-se os 30 anos da assinatura do Acto Único Europeu: a primeira alteração de grande envergadura do Tratado que institui a Comunidade Económica Europeia.

Na quinta-feira, logo de manhã, ainda antes do início da Cimeira Europeia, o presidente da Comissão, Jean-Claude Juncker recebe o Primeiro-ministro português, António Costa.

A cimeira que junta os líderes dos 28 dura dois dias e deve ser dominada pelas exigências do Reino Unido para não sair da União, embora a crise migratória também não deixe de marcar presença. Os chefes de Estado e de Governo da União devem discutir o acordo britânico durante o jantar e, possivelmente, também na sexta-feira. O tema é polémico e as preocupações que suscita são variadas.

Dependendo do tempo que demorar este ponto da agenda, os líderes discutem questões relacionadas com crise migratória ainda na quinta-feira ou no dia seguinte. Certo é que, logo na quinta-feira ao fim da manhã, a Chanceler alemã vai tentar, uma vez mais, convencer os parceiros a receber refugiados que vêm directamente da Turquia.

Vai ser num encontro na missão diplomática da Áustria junto da União Europeia e que conta com a participação do Primeiro-ministro da Turquia.

Sexta-feira chega ao fim a Cimeira Europeia. Nesse dia a Comissão Europeia divulga o indicador rápido de Confiança do Consumidor.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.