|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Passos Coelho vai “renovar” equipa no PSD

04 fev, 2016 - 18:28 • Eunice Lourenço

“Fomos sempre sociais-democratas”, diz ex-primeiro-ministro, que apresenta esta quinta-feira a sua recandidatura à liderança do PSD.

A+ / A-

Pedro Passos Coelho vai renovar a sua equipa na direcção do PSD. A vontade foi manifestada pelo ex-primeiro-ministro esta quarta-feira em conversa informal com jornalistas sobre a sua recandidatura à liderança do PSD, que também se disse preparado para voltar a ser primeiro-ministro, apesar de não estar “ansioso” por eleições.

A apresentação formal da candidatura está marcada para a noite desta quarta-feira. As eleições directas do PSD estão marcadas para 5 de Março e o congresso decorrerá de 1 a 3 de Abril, em Espinho.

Sem referir nomes, Passos Coelho disse que é “natural” renovar a sua equipa, até porque as circunstâncias mudaram e o PSD passou de governo a oposição. O ex-primeiro-ministro quererá dar mais protagonismo a figuras que vão deram provas durante os quatro anos de governo.

Um dos rostos a mudar poderá ser o do porta-voz, Marco António Costa, que desempenhou essas funções nos últimos anos e que tem a imagem desgastada quer pelo desempenho das funções, quer pelo envolvimento do seu nome em suspeitas de tráfico de influências.

Além de mudar a equipa, Passos Coelho vai tentar centrar o seu discurso na social-democracia, para descolar da imagem de neo-liberal que teve ao longo da sua governação. “fomos sempre sociais-democratas”, disse o ex-primeiro-ministro, que acredita que o facto de ter sido a cara da austeridade também é um activo da sua parte.

“A imagem ligada à austeridade resultou das circunstâncias e pode estar associada à determinação com que liderei o País. Dei a cara por essas medidas, sem cálculos pessoais”, afirmou Passos, cuja recandidatura tem por lema "Social Democracia Sempre”.

Para o líder do PSD, é discutir s social-democracia do partido é um “falso assunto”. “ Mesmo nas medidas de austeridade que adoptámos fomos sempre sociais-democratas”, acredita Passos Coelho, que vai dar uma volta pelo país na campanha interna para as eleições directas.

Uma campanha que, assumiu, será “voltada para o país” porque, embora diga que não está “ansioso” por ir a eleições, assume que quer voltar a ser primeiro-ministro, e está “preparado” para ser.

Quanto ao posicionamento do partido no Parlamento, Passos promete uma “oposição construtiva” e disse que apresentará propostas para o combate às desigualdades sociais e ao problema demográfico. “Queremos um País mais atractivo, mais tecnológico, mais inovador, com menos desigualdades e com mais justiça social”, afirmou o ex-primeiro-ministro.

Já na relação com o governo socialista, não concorda com o programa, nem com as prioridades, mas recusa ter uma “visão do bota a baixo”.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Alberto Martins
    05 fev, 2016 Lisboa 11:02
    Há que continuar a dar lugar aos jovens, jotas,... 2013 - "As medidas de execução, bem como o cumprimento do memorando assinado com a “troika” e o Governo são coisas de grande importância. Mas houve um feliz jovem contemplado. Foi Tiago Miguel Moreira Ramalho com apenas 21 anos. Ora, além da pouca idade existe também uma pouca experiência. Segundo a nota de anexo ao despacho a única experiência de Tiago Ramalho foi, depois de concluir a universidade com 16 valores (e o 12º com 19) foi a realização de um estágio de três meses no Gabinete de Estratégia e Estudos do Ministério da Economia e Emprego."
  • Luís Siga
    05 fev, 2016 Braga 00:11
    Força Passos Coelho. Tira-nos do buraco em que a esquerda radical nos está a meter!
  • António Carlos
    04 fev, 2016 SINTRA 23:43
    Foram sempre sociais-democratas eh !!! eh !!! eh!!! A avaliar pela prática política que têm demonstrado não devem ter a mínima noção do que é a social-democracia estranha concepção do que é a social democracia
  • Ilidio Vaz
    04 fev, 2016 Ponta Delgada 23:34
    Então o presidente do partido afastará o Marco António por envolvimento em corrupção na Câmara de GAIA e a justiça está de férias. Esta não lembra ao DIABO e eu que julgava que ao DIABO tudo lembrava TUDO. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
  • Carlos Costa
    04 fev, 2016 Santarem 19:58
    Os sociais democratas devem estar bem organizados já que,dentro de poucos meses,precisam ganhar as eleições legislativas que,forçosamente irão acontecer,dada a já demonstrada incompetência da geringonça!!!! O país,mais do que nunca,vai precisar do PSD!!!!
  • Manuel n
    04 fev, 2016 Aveiro 19:55
    Se for criado um partido com os votos brancos e nulos destas últimas eleicoes, ganha de certeza, e então teremos um podemos espanhol, mas com portugueses.
  • hsc
    04 fev, 2016 lisboa 18:58
    Eu tenho uma pekena sugestão, em vez de remodelarem a ekipa...remodelem o ex-primeiro ministro....se kerem continuar a ter PSD