|
A+ / A-

​Cândido Ferreira desafia Nóvoa a esclarecer percurso académico

14 jan, 2016 - 21:03

Sampaio da Nóvoa diz que não comenta "acusações absurdas".

A+ / A-

Veja também:


O candidato presidencial Cândido Ferreira desafia Sampaio da Nóvoa a esclarecer o seu percurso académico, nomeadamente a forma como obteve a sua licenciatura. O antigo reitor da Universidade de Lisboa já respondeu.

Falando na Universidade de Aveiro, onde foi recebido esta quinta-feira pelo reitor Manuel Assunção, Cândido Ferreira disse não estar a fazer acusações, mas sim perguntas, a que o candidato Sampaio da Nóvoa deve responder para que "não fique a suspeita de qualquer mácula sobre o seu currículo académico".

"Faço perguntas, baseado em rumores que têm vindo a surgir desde há dois meses, que não foram respondidos, e perante as dúvidas que suscita o livro que o próprio candidato assinou", declarou referindo-se ao autobiográfico de Sampaio da Nóvoa intitulado "Política de Vida".

Hoje mesmo a candidatura de Cândido Ferreira lançou uma "Nova carta aberta a Sampaio da Nóvoa", em que o confronta com dúvidas sobre a sua carreira, alegando que o curso "Formação de Professores de Educação pela Arte", que Nóvoa terá frequentado na Escola Superior de Teatro e Cinema, "não confere licenciatura" e que o certificado obtido "apenas o credenciou enquanto professor primário".

Pergunta ainda como é que, "aparentemente sem qualquer outra licenciatura, terá conseguido obter as equivalências na Suíça, que lhe permitiram frequentar um curso pós-graduado e ascender na carreira universitária", sendo que "terá tido acesso à cátedra, sem que a sua tese estivesse reconhecida por qualquer universidade".

"Tudo isso deve ser explicado, para evitar que fique a suspeita de qualquer mácula sobre o currículo académico desse candidato", disse Cândido Ferreira aos jornalistas.

Sobre o facto de inscrever a Universidade de Aveiro no roteiro de campanha e a reunião que teve com o reitor, Cândido Ferreira justificou que se trata "de uma universidade que é uma bandeira de qualidade, sobretudo na ligação entre o saber e a vida real, de que os portugueses precisam muito".

Reafirmou também como uma das ideias chave da candidatura "combater o ziguezaguear permanente na gestão dos assuntos correntes" do Estado, com que o reitor terá concordado.

"Entra ministro acaba com exames, entra ministro abre tribunais, entra ministro muda as leis fiscais, todos os anos mudam os manuais escolares. O país não pode continuar assim!", criticou.

Nóvoa fala em acusações “absurdas”

O candidato a Presidente da República Sampaio da Nóvoa escusou-se a comentar as dúvidas lançadas por Cândido Ferreira sobre o seu percurso académico, definindo-as como "absurdas".

"Já me disseram que todos os dias tem havido uma acusação diferente, dia após dia tem havido uma acusação diferente. Não vou responder a nenhuma dessas acusações. São acusações tão absurdas que não faz nenhum sentido [responder]", disse Sampaio da Nóvoa aos jornalistas.

O antigo reitor e candidato a Presidente foi questionado na Marinha Grande, à margem de uma visita à empresa TJ Moldes.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • grande nódoa!
    15 jan, 2016 Santarém 22:26
    Será conveniente que o senhor Nóvoa esclareça tudo convenientemente, que pare por um bocadinho em atacar o senhor Marcelo e Maria de Belém e explique bem ao país se é um verdadeiro doutor ou não.
  • morabe
    15 jan, 2016 Gondomar 18:11
    Camarada Sampaio da Nóvoa quem cala consente!
  • Fernando Ferreira
    15 jan, 2016 Lisboa 17:53
    Está na hora de lançar a campanha «VAMOS AJUDAR SAMPAIO DA NÓVOA A CONCLUIR A LICENCIATURA!»... E, já agora, para que também não haja quaisquer dúvidas sobre a sua futura condição de Comandante Supremo das Forças Armadas Portuguesas, o inefável Doutor Nóvoa também podia esclarecer como se eximiu ao cumprimento do serviço militar obrigatório...
  • João Lopes
    15 jan, 2016 Viseu 17:48
    Parece-me conveniente que Sampaio da Nóvoa deve responder para não ficar nenhuma "névoa" no ar...
  • 15 jan, 2016 13:11
    O Reitor da Universidade de Lisboa é inteligente!
  • Serrano
    14 jan, 2016 Guarda 21:49
    Já me tinha constado que os cursos deste Sr. Nóvoa terão algo de errado. Será que estamos perante um novo caso Sócrates ou Relvas? Há que investigar pois o lugar a que concorreu não pode deixar dúvidas.
  • José Luz
    14 jan, 2016 Lisboa 21:41
    Absurda é a afirmação de Nóvoa em como o curso de teatro é equiparado a licenciatura, salvo despacho especial...