System.NullReferenceException: Object reference not set to an instance of an object. at masterpage_MasterPage.Page_Load(Object sender, EventArgs e) Renascença - A par com o mundo.
A+ / A-

Paulo Portas também sai do Parlamento

29 dez, 2015 - 13:57 • Eunice Lourenço

Congresso electivo do CDS deverá ter lugar em Abril. A data será agendada pelo conselho nacional do partido, com reunião marcada para a próxima semana.
A+ / A-
Paulo Portas. As várias vidas de um político irrevogável
Paulo Portas. As várias vidas de um político irrevogável

Paulo Portas também vai sair do Parlamento. O líder do CDS, que na segunda-feira à noite anunciou que não se recandidata à presidência do partido no congresso do próximo ano, vai também renunciar ao lugar de deputado.

A decisão, ao que a Renascença sabe, foi também comunicada na segunda-feira na reunião da comissão política do CDS, onde Portas também anunciou a sua decisão de deixar a liderança. Para o ainda presidente dos centristas, não faz sentido ficar no Parlamento para ficar calado, pelo que sai para dar toda a liberdade ao próximo líder.

Em 2005, quando se demitiu da presidência do CDS na sequência da maioria absoluta de José Sócrates, Paulo Portas ficou no Parlamento. E, aí, acabou por ser uma sombra para o então líder José Ribeiro e Castro, que não era deputado.

Como manteve o lugar em São Bento, em 2007, quando voltou à liderança do CDS, Paulo Portas continuava a ser deputado e a estar no palco político privilegiado para os seus combates com o então primeiro-ministro José Sócrates.

O congresso do CDS que vai eleger o sucessor de Paulo Portas deve ter lugar só em Abril. A data será agendada pelo conselho nacional do partido, que tem reunião marcada dia 7 de Janeiro. A hipótese mais provável é o fim-de-semana de 16 e 17 de Abril, duas semanas depois do congresso do PSD.


legislativas 2019 promosite
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • emilia d santos bast
    30 dez, 2015 lisboa 16:48
    acho que o dr, paulo portas não devia deixar o partido e muito menos o país ,portugal precisa muito do dr, paulo portas -Já de passos coelho podia prescindir.
  • fanã
    29 dez, 2015 aveiro 17:50
    Ouufffff!!!!!!..........menos UM!
  • Paulo
    29 dez, 2015 vfxira 16:27
    A bancada do cds/pp lentamente se vai esvaziando,o partido vai acabar mais depressa do que eles pensam.
  • A mim não enganas
    29 dez, 2015 Lisboa 16:22
    Hummm... para ele sair do Partido e deixar o lugar de deputado... tem já um bom lugar (um "tacho") à espera para ganhar mais uns milhares - posso estar enganado, mas... É o que acontece com a maioria que sai do Parlamento. Passado uns tempos aparece a noticia que foi para um lugar de destaque numa empresa privada. Sobre a sua saída para mim não é novidade, o CDS-PP se fosse agora a eleições sozinho provavelmente não tinha um lugar na Assembleia. Ele sabe disso e antes que aconteça sai em "grande" do seu partido
  • Salazar
    29 dez, 2015 Portugal 15:59
    Finalmente o partido vai deixar de ser cds- pp ou seja Paulo portas e agora como será A.C , N.M ou outro tanto faz porque a sentença está feita.
  • José Gonçalves
    29 dez, 2015 Freixo de Espada á CInta 15:35
    Segundo a entrevista no caso da Casa Pia este é um dos vai passar a ter tempo para andar atrás dos jovens.
  • qw
    29 dez, 2015 lx 15:28
    Era bom que o Paulinho das feiras saísse do parlamento: deixava de ter imunidade parlamentar e teria de emigrar para outras paragens onde a extradição fosse verdadeiramente irrevogável.
  • Irrevogável
    29 dez, 2015 Trajouce 15:26
    Ele que saia mas é do País, se não sujeita-se a ser preso (coisa que já devia ter acontecido)!
  • Paulinho
    29 dez, 2015 Caldas 15:21
    O Paulo Portas vai para Évora onde terá como numero de preso o 45, irrevogável!
  • Carlos Manuel
    29 dez, 2015 Almada 15:21
    Não deixas saudades alguma, aproveita mete umas férias longas num atol da Micronésia. Estás mal habituado, querias a " cadeira " para toda a vida !! Leva a " mana " contigo.