A+ / A-

Campanha Presentes Solidários apoia refugiados no Iraque

15 dez, 2015 - 16:42 • Ana Lisboa

A iniciativa é da Fundação Fé e Cooperação que habitualmente apoia populações vulneráveis nos países lusófonos.
A+ / A-

Está a decorrer a Campanha Presentes Solidários da Fundação Fé e Cooperação (FEC), que pretende apoiar populações carenciadas em áreas como a educação, saúde, alimentação ou infra-estruturas.

São 13 os presentes solidários deste ano que vão contribuir para a melhoria das condições de vida de comunidades desfavorecidas nos países lusófonos e este ano também para refugiados no Iraque.

Esta é uma das novidades da campanha que vai atribuir um presente especial para responder às necessidades das cerca de 1.200 famílias acolhidas no campo de refugiados de Erbil, no Iraque. Será “um presente muito concreto, que é uma botija de gás, para a alimentação e aquecimento para estas famílias que vivem em condições muito precárias”, explica Emanuel Oliveira, gestor da campanha.

Outra novidade é a atribuição de um presente para Portugal, "um cabaz de produtos hortícolas e frutícolas", que se insere num "projecto maior" desenvolvido "na zona de Ourém, precisamente de sensibilização dos mais novos para esta questão do consumo sustentável e de uma educação para o desenvolvimento”.

Além destes, há uma série de outros presentes para os países lusófonos, como por exemplo material escolar para Moçambique, manual de alfabetização para Angola, computador para a Guiné-Bissau e um “kit recém-nascido” para Timor Leste.

Para oferecer um destes presentes, pode encomendar através do site em www.presentessolidarios.pt onde encontra todas as informações sobre os presentes e como os pode encomendar. Mas, se preferir, pode fazer a encomenda através do telefone da fundação (21 886 17 10).

Por cada presente comprado recebe-se um postal, o que traduz o slogan da campanha “Dar a Duplicar”. Emanuel Oliveira admite que “o objectivo é esse mesmo": "Dar a duplicar: eu ofereço um presente, ofereço um bem para uma comunidade, uma família nestes países em maiores dificuldades. Mas envolvo na minha dádiva uma terceira pessoa em nome da qual esse presente é oferecido. Portanto, estou sempre a envolver uma outra pessoa nesta minha oferta e, assim, procurar também fazer crescer este dinamismo de solidariedade”.

Esta iniciativa conta, como habitualmente, com vários padrinhos de diversas áreas. Este ano participam D. António Couto, Bispo de Lamego, o padre Tony Neves, Superior Provincial dos Missionários Espiritanos, Marcelo Rebelo de Sousa, a escritora Alice Vieira, o humorista José Diogo Quintela, a cantora Rita Guerra, entre outros.

A decorrer até 6 de Janeiro, esta campanha, que faz agora 10 anos, tem como lema uma frase do Papa Francisco: "Para mudar o mundo é preciso fazer bem a quem não tem possibilidade de retribuir".


legislativas 2019 promosite
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.