A+ / A-

PS quer investigação a xenofobia contra portugueses em França

11 dez, 2015 - 11:19

A sede do Clube Português de Brie-Comte-Robert, a sudeste de Paris, foi vandalizada. Foram escritas na fachada do edifício frases como "morte aos portugueses".
A+ / A-

O deputado socialista Paulo Pisco escreveu ao embaixador de França em Portugal para manifestar preocupação por a sede do Clube Português de Brie-Comte-Robert, na periferia de Paris, ter sido vandalizada com inscrições xenófobas.

A sede do Clube Português de Brie-Comte-Robert, a sudeste de Paris, foi vandalizada na noite de terça para quarta-feira. Foram escritas na fachada do edifício frases como "morte aos portugueses", "morte aos estrangeiros" e aos "ciganos" e ainda "Viva a FN" (Frente Nacional).

Na carta dirigida ao embaixador francês em Lisboa, Jean-François Blarel, o deputado do PS considera estar perante inscrições de teor "xenófobo ofensivo contra os portugueses", que merecem "uma absoluta condenação, independentemente das intenções com que aquele acto de vandalismo foi praticado".

"A comunidade portuguesa na localidade de Brie-Comte-Robert merece a maior consideração por parte da população local e nunca teve qualquer tipo de problemas. Sempre teve também um excelente relacionamento com a 'mairie' local (autarquia local), que logo se apressou a apresentar queixa do sucedido. O mesmo se pode dizer do Clube Português, que já existe há várias décadas, igualmente com uma boa convivência com a população local", sustenta Paulo Pisco.

O deputado do PS pede depois que o Governo francês faça as "diligências necessárias para averiguar quem escreveu aquelas frases xenófobas associadas ao partido Frente Nacional".

"A xenofobia e o racismo são condenados à luz do Código Penal francês e na Carta dos Direitos Fundamentais da União Europeia. Por outro lado, é absolutamente condenável que a comunidade portuguesa possa, eventualmente, ter sido instrumentalizada, visto que em todo o território francês é extraordinariamente bem considerada e constitui um exemplo a nível da integração e de harmonia na relação com as populações locais", defende ainda Paulo Pisco.


guialiga19_20_banner
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Oh João
    11 dez, 2015 Lisboa 21:06
    Vá lá tomar os comprimidos para as alucinações...
  • João
    11 dez, 2015 Torres Vedras 18:44
    O PS talvez devesse antes preocupar-se com a alfabetização do português que escreveu isto. Desde quando em francês se diz Portugual? o que é um portuguais? é demasiado óbvio. Isto terá sido feito por um português, esquerdalhista e ainda por cima semi-analfabeto. Isso é que é triste.
  • António Costa
    11 dez, 2015 Cacém 16:48
    "O partido da extrema-direita francesa Frente Nacional (FN) vai festejar os resultados da segunda volta das eleições regionais em França no restaurante português Chez Tonton". Li os discursos da Marine Le Pen e (1º) Apresentam o risco da França ser riscada do mapa da História pelo "multiculturalismo" (2º) Ataques ao "suicídio" do PS Francês em favor da UMP (3º) ".....Nous, nous faisons confiance à nos compatriotes musulmans pour ne pas céder à ces imprécations imbéciles d’un premier ministre aux abois..... Ils y ont toute leur place. Beaucoup d’ailleurs le savent et nous ont déjà rejoints". Ou seja Marine Le Pen diz que os muçulmanos tem o seu lugar, e que a grande maioria deles o sabe. Que tem confiança nos muçulmanos para que estes não cedam à "propaganda" do 1º ministro....Enfim, vou esperar para ver, considerando desde já MUITO preocupante, o que o JOSE 11 Dez, 2015 BELGICA referiu.
  • José Maia
    11 dez, 2015 Lisboa 16:46
    Estúpido demais para ser a própria FN ou seus simpatizantes a fazer isto. Chama-se a isto uma "false flag" e tem o objectivo de mobilizar sectores da população contra alguma entidade em particular.
  • Francisco de Sousa
    11 dez, 2015 Barcelos 15:56
    Será que foram mesmo franceses a escrever "portuguais", é que em francês, portugueses escreve-se portugais?
  • jose
    11 dez, 2015 Belgica 15:21
    Diz-se e deve ser verdade que os portugueses se integram bem nos países de acolhimento, que são bons trabalhadores e respeitados pelas populações locais. E franceses e belgas transmitem-nos a sua satisfação pela forma como são recebidos em Portugal. Isso não tem impedido que veículos com matricula portuguesa a circular em França e na Bélgica sejam frequentemente parados pela Polícia de armas em punho. Ainda há poucos dias na Bélgica, prefiro não precisar onde para evitar eventuais represálias, o interior da habitação de um português foi vandalizado e a cruz suástica desenhada na porta de entrada, transmitindo claramente que ele deveria partir. A Policia foi chamada e apresentada queixa, mas pouco terá sido feito no sentido de descobrir o autor ou autores e o caso não chegou ao conhecimento publico. Foi uma ameaça grave pelo que deixou imediatamente essa habitação. Pena o nosso país não ser suficiente para todos nós, para não estarmos sujeitos a tais atos.
  • Pedro
    11 dez, 2015 Porto 14:04
    Isto só pode ser um ataque tipo "false flag", ou seja, feito por pessoas contra a Frente Nacional. Alguém acredita que a dois dias de umas eleições regionais alguém da Frente Nacional iria andar a pintar "Morte aos Portugueses", morte a estes ou aqueles e escrever 20 vezes "FN" ou "Viva a Frente Nacional" nessa parede? Acham-se espertos mas são uns atrasados mentais. Os esquerdolas são mesmo tristes quando têm de recorrer a esta parvalhada tão infantil...
  • Jorge
    11 dez, 2015 Paris 13:32
    O mais triste nesta história é que muitos lusodescendentes votam front nacional, por detrás destes muros há certamente portugueses que votaram neste partido ignorando que o nacionalismo não olha para bilhetes de identidade mas sim para as origens, os apelidos.
  • eleuterio
    11 dez, 2015 paris 12:53
    Racismo contra Portugueses é uma utopia,? Estamos em periodo eleictoral , e isto nao é mais nem menos que um acto de propaganda contra o F N porque muitos luso- descendentes vao votar . Encontro isto uma grande estupidez da parte de quem o escreveu , .;;Nao sera isto o desepero daqueles que pensam que o FN é como o Nazismo. de 1940 a 2015 ja la vao muitos anos e a mentalidade tambem evoluio
  • Maria
    11 dez, 2015 Lisboa 12:36
    Isto nao foi escrito por franceses. Esta se mesmo a ver o que os terroristas andam a fazer