|
A+ / A-

Novo balanço. Atentados fizeram 129 mortos e centenas de feridos

14 nov, 2015 - 18:17

Foram três as equipas terroristas coordenadas. [em actualização]

A+ / A-

O procurador de Paris, François Molins, confirma a existência de 129 mortos, 352 feridos, 99 deles em estado grave.

O número de vítimas continua a ser provisório, refere a mesma fonte.

François Molins deu uma conferência de imprensa com todos os pormenores dos múltiplos atentados conhecidos até agora. Foram três as equipas terroristas coordenadas, num total de oito homens. Estão mobilizados 29 magistrados.

"Nesta altura das investigações, posso dizer com razoável certeza que eram três equipas de terroristas coordenadas entre si, que estão na origem desta barbárie. O inquérito vai apurar quem são os autores, os cúmplices, s comandantes, os percursos, e o financiamento destas acções", acrescenta.

CRONOLOGIA

  • 20h20 - Primeira explosão junto ao Stade de France. Bombista suicida faz-se explodir
  • 20h25 - Bares e restaurantes atacados. Terroristas com kalashnikov dentro de um carro branco
  • 20h30 - Segunda explosão, segundo bombista suicida.
  • 20h32 - Cinco mortos num bar. Terroristas numa viatura preta
  • 20h36 - 19 mortos num restaurante. Será a mesma equipa numa viatura preta
  • 20h40 - Bombista suicida num restaurante
  • 20h40 - Três homens armados chegam à sala de espectáculos Bataclan e disparam indiscriminadamente
  • 20h54 - Terceira explosão no estádio, terceiro bombista suicida.

François Molins confirma que já foram identificados dois terroristas: um cidadão francês, já conhecido das autoridades, com cadastro, e um outro homem, alegadamente sírio.

[em actualização]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Tuga
    14 nov, 2015 Portugal 22:31
    Continuem a ajuda-los a vir para a Europa.....
  • Humana
    14 nov, 2015 Lisboa 21:16
    COBARDES sao os que fazem estas atrocidades. Isto nao e o Islao nem a sua crenca. Isto sao frustrados de todo o mundo que nem sequer se conseguem identificar com ninguem. Sao criminosos de qualquer especie ( ingleses, portugueses, franceses, espanhois e de outros paises europeus) que sao infelizes com eles e com o mundo. COBARDES sao o que eles sao. FRUSTRADOS perante uma sociedade, FRUSTRADOS na sua vida pessoal e FRUSTRADOS pois nao acreditam em NADA.FRACOS de espirito e sem quiaisquer valores MORAIS. ALA, DEUS ou qualquer outro SER SUPERIOR sentiria-se revoltado com tudo isto. Somos Humanos, todos temos sangue Vermelho e todos temos familia. Deixem o negocio das armas,da droga e dos interesses economicos e talvez o mundo comece a ser melhor. Estou triste, revoltada e sobretudo frustrada com o Mundo actual. Somos todos Irmaos e todos queremos PAZ. Eliminem quem nao a quer
  • Zé Povinho
    14 nov, 2015 Lisboa 21:05
    Há uma ligação direta entre este ato terrorista e migrantes, pois ao que parece, pelo menos um terrorista era migrante que obteve legalização agora em Outubro. Continuai a receber migrantes, continuai!
  • ganagha
    14 nov, 2015 wafa 19:53
    Wiessenfels