O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
|
A+ / A-

Vítor Pereira queixa-crime contra ex-árbitro Marco Ferreira

24 out, 2015 - 16:54

Presidente do Conselho de Arbitragem queixa-se do “teor calunioso das declarações” ao jornal AS.
A+ / A-

O presidente do Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), Vítor Pereira, anunciou que vai apresentar uma queixa-crime contra o ex-árbitro Marco Ferreira, que o acusou de fazer pressões a favor do Benfica.

"Tendo em conta o teor calunioso das declarações do ex-árbitro Marco Ferreira hoje publicadas no diário desportivo espanhol AS, o presidente do CA da FPF, Vítor Pereira, vai apresentar uma queixa-crime nas instâncias jurisdicionais competentes e uma participação no Conselho de Disciplina da federação contra o ex-árbitro", lê-se num comunicado divulgado.

Na entrevista ao jornal espanhol, Marco Ferreira acusou o presidente do CA de condicionar os árbitros nomeados para os jogos do Benfica e relatou episódios em que Vítor Pereira terá telefonado aos árbitros nomeados para apitar jogos do Benfica para exercer pressão.

"Eu e muitos companheiros meus recebemos chamadas do presidente do Conselho de Arbitragem, Vítor Pereira, na semana em que somos nomeados para dirigir jogos do Benfica. Vítor Pereira tem muitos inimigos e muitos opositores, entre eles pessoas do próprio Conselho de Arbitragem e muitos clubes da I Liga. Não o querem ali. O único dos grandes que o apoia é o Benfica", afirmou Marco Ferreira.

O antigo árbitro, de 38 anos, contou que depois do seu trabalho num jogo do Benfica e o Sporting de Braga ter sido contestado pelos 'encarnados', lhe disseram que nunca mais apitaria um dos jogos importantes.

"E desde aí nunca mais apitei qualquer jogo importante. Na época anterior fui considerado o segundo melhor árbitro de Portugal, atrás de Proença. Apitei o Benfica-Sporting e duas vezes o FC Porto-Benfica", referiu.

Marco Ferreira, que deixou a arbitragem no final da época passada depois de ter sido despromovido ao segundo escalão, afirma que depois de ter sido nomeado para dirigir o Rio Ave-Benfica recebeu dois telefonemas de Vítor Pereira.

"Na última chamada disse-me que se não fizesse um bom jogo não poderia nomear-me para o Benfica-FC Porto, que era em Abril. Disse para ter cuidado, que aquele era 'o jogo do título do Benfica'", referiu.

O árbitro madeirense, escolhido para apitar a última edição da final da Taça de Portugal, anunciou o fim da carreira em Julho, com críticas duras a quem dirige a arbitragem.

Na altura, numa mensagem divulgada nas redes sociais, Marco Ferreira considerou "ter levado um cartão vermelho por ter carácter, por ser sério e por não pactuar com injustiças".

"Saio para poder ganhar a minha liberdade de expressão e acabar com as pessoas que destruíram e continuam a destruir anos e anos de conquistas que a arbitragem portuguesa alcançou", referiu Marco Ferreira, garantindo não se arrepender de "nenhuma palavra que disse contra o 'sistema enraizado'", escreveu.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • desatentos
    26 out, 2015 carnide 11:48
    para os desatentos... https://www.youtube.com/watch?v=rNbK-6pPdsw
  • Anonimo
    25 out, 2015 Porto 13:50
    Os comentadores que aqui falam só revelam ser ignorantes, para alem de não saberem o que dizem. para o Sr. Osvaldo que fala de favorecimentos ao Benfica só lhe digo que é mentiroso, pois todos são beneficiados e prejudicados. O futebol não vai a lado nenhum enquanto estas guerras ridículas não acabarem de vez
  • Leão de Amsterdam
    25 out, 2015 Amsterdam 08:39
    Marco Ferreira um homem com dignidade,não ter medo de apontar o dedo a quem comete irregularidades desta natureza,Marco Ferreira um homem corajoso ao bater com a porta á APAF denuncía as golpadas que há nos meandros do futebol.Mas cuidado Marco Ferreira os golpistas estão em pé de guerra e tudo irão fazer para lhe calar a boca.
  • Osvaldo
    25 out, 2015 Genève 06:58
    Deste senhor nada mais de mal se pode esperar de tanto mal que ele causou ao nosso futebol. Já como árbitro foi medíocre, foi cobarde ao se esconder como adepto do Sporting quando na verdade era uma desculpa para poder arbitrar e ajudar os adversários e em especial o Benfica. Este verdadeiro "cancro" do nosso futebol deve ser banido para o bem do desporto e da verdade desportiva. O mal já está feito, já ninguém poderá restituir a verdade que este senhor sonegou. Só lamento que apenas este árbitro tenha tido a coragem de mostrar a podridão que vai na nossa arbitragem,... mas certamente outros o dirão.