O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-
Trabalho Sem Fronteiras

Uma cidade de dois países

14 out, 2015 - 11:16 • Anabela Góis , Olímpia Mairos , Manuela Pires

Fomos conhecer a eurocidade Chaves-Verín, premiada na terça-feira pela Comissão Europeia.
A+ / A-

Damos a conhecer um projecto que une o Norte de Portugal à Galiza. A eurocidade Chaves-Verín já existe há oito anos e foi premiado na terça-feira pela Comissão Europeia.

A eurocidade foi distinguida, em Bruxelas, pelo desenvolvimento conjunto de um projecto de partilha de serviços e instalações que reforça a cooperação transfronteiriça entre Portugal e Espanha.

Iniciado em 2007, com o objectivo de transformar os dois municípios vizinhos na eurocidade Chaves-Verín, o projeto luso-galaico foi considerado pelo júri, no âmbito da Semana Europeia das Regiões e Cidades - Open Days, como o mais relevante na categoria CityStar -- Transforming Cities for future challenges, dos prémios RegioStars.

A jornalista Olímpia Mairos mostra-nos este projecto pioneiro na Europa.

A enviada à capital belga, Anabela Góis, assistiu à cerimónia de entrega do prémio onde esteve também o comissário Carlos Moedas, que deu uma entrevista à Renascença.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.