A+ / A-

EUA. Tempestade já fez 16 mortos

16 set, 2018 - 19:00

O número de vítimas mortais pode aumentar devido à subida generalizada dos caudais dos rios.
A+ / A-

O número de vítimas mortais nos Estados Unidos, devido à passagem da tempestade “Florence”, subiu para 16.

O número de vítimas mortais pode aumentar devido à subida generalizada dos caudais dos rios, que pode ser a próxima fase do "desastre em acumulação", na expressão usada pela Associated Press.

Apesar de a intensidade da tempestade ter sido diminuída pelo Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos para uma depressão tropical, as autoridades sublinham que o perigo ainda existe, nomeadamente pelo efeito de transporte das águas do oceano para terra.

A 14.ª vítima mortal é um homem que se afogou quando a sua carrinha de caixa aberta capotou e foi sugada por um esgoto de escoamento na Carolina do Sul, já depois de duas outras pessoas terem morrido de inalação de monóxido de carbono lançado pelo gerador que estava dentro de casa.

Cerca de 740 mil casas e escritórios continuam sem eletricidade nos estados da Carolina do Sul e do Norte, temendo-se que durante semanas os habitantes possam não ter água nem luz nas suas casas.

O furacão “Florence”, que inicialmente atingiu a costa sudeste dos Estados Unidos, foi perdendo intensidade, transformando-se em tempestade tropical e, hoje, em depressão tropical.

[atualizado às 00h20]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.