A+ / A-

“Florence” faz sete mortos. Um milhão sem luz

15 set, 2018 - 20:00

Tempestade perde força, mas as autoridades ainda estão em alerta.
A+ / A-

O furacão “Florence”, que atinge a costa sudeste dos Estados Unidos, perdeu intensidade para tempestade tropical, mas foi declarado o estado de desastre na Carolina do Norte, por causa dos estragos e pela ameaça de mais inundações.

De acordo com o Centro Nacional de Furacões, a tempestade move-se lentamente para o estado vizinho da Carolina do Sul, deixando um rasto de chuvas fortes, inundações, ameaça de tornados e um apagão de eletricidade que já afetou cerca de um milhão de habitações.

Segundo a Casa Branca, o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, declarou o estado de desastre na Carolina do Norte, onde já morreram sete pessoas, e que disponibilizará ajuda financeira para os condados de Beaufort, Brunswick, Carteret, Craven, New Hanover, Onslow, Pamlico e Pender.

Com a subida da maré, as previsões são de inundações graves, com o governador do estado da Carolina do Norte, Roy Cooper, a alertar hoje que "zonas onde nunca se registaram inundações podem ter essa experiência agora".

"Apesar da tempestade ter perdido força, as chuvas continuarão a ser épicas", disse, citado pelo jornal The Guardian.

Na sexta-feira, Donald Trump anunciou que pretende visitar, na próxima semana, as zonas afetadas pelo Florence.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.