A+ / A-

Joana Marques Vidal mais próxima de continuar à frente da Procuradoria Geral da República

15 set, 2018 - 10:08

O mandato da procuradora termina a 12 de outubro. Anúncio da recondução deverá ser feito depois da visita de António Costa a Angola.
A+ / A-

O Governo e Presidente da República estarão de acordo em reconduzir a atual Procuradora Geral da República, Joana Marques Vidal. A informação é adiantada na edição deste sábado do jornal "Expresso".

O semanário diz que António Costa e Marcelo Rebelo de Sousa têm falado sobre o assunto e que estão criadas as condições para que Joana Marques Vidal faça mais um mandato à frente do Ministério Público.

No entanto, a notícia só será confirmada depois de o primeiro-ministro regressar da visita que faz na próxima semana a Angola e após a ministra da Justiça ouvir os partidos políticos.

O mandato de Joana Marques Vidal termina em 12 de outubro.

No início do mês de setembro, a ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, fez um balanço positivo do trabalho da procuradora-geral da República, mas garantiu que ainda seria cedo para falar sobre a renovação ou substituição de Joana Marques Vidal.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • fanã
    15 set, 2018 aveiro 17:42
    Os casos mais mediáticos, são como vitimas de doença e accidentes, em cuidados intensivos , não acordam mas mantém-se estáveis de saúde. Ao ponto que a situação pode perdurar indefinitivamente . Não é Dra. Joana ???????
  • Democratura
    15 set, 2018 lisboa 14:09
    Alegadamente PR e PM devem os eus lugares a esta SNRA e os midia fazem negócio com quebra segredo justiça,rusgas,prisoes mediatizadas na hora.É injustificável a aparente promiscuidade ou manobra entre segredo justiça e fugas.
  • lv
    15 set, 2018 lx 12:19
    Parece que se ofereceu ao Marcelo, a quem mais se terá oferecido?!
  • FERNANDO MACHADO
    15 set, 2018 PORTO 10:38
    PELO QUE LEIO E ME PARECE SER, A SENHORA JOANA VAI SER OU NÃO RECONDUZIDA NO CARGO QUE OCUPA, SE O GOVERNO DE ANGOLA ESTIVER DE ACORDO E SÓ DEPOIS DE COSTA CHEGAR AO CONTINENTE É QUE VAMOS SABER. DE COLONIZADORES A COLONIZADOS ??