A+ / A-
FC Porto

Sérgio. "Um árbitro com pouca personalidade e caráter"

14 set, 2018 - 23:04

Treinador do FC Porto acredita que o árbitro expulsou-o apenas por ter apontado o reduzido número de jogo útil, e apontou para um resultado injusto.
A+ / A-

Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, culpou o árbitro pela sua expulsão da partida e acredita que a sua equipa merecia vencer, apesar da exibição que "não foi espetacular".

"Tivemos apenas 12 ou 15 minutos úteis de jogo na primeira parte. Vim-me embora mais cedo porque não ia ver mais nada. No túnel disse isso ao árbitro, falei num tom exaltado e ele expulsou-me. Um árbitro com pouca personalidade e caráter e mostrou algum receio", começou por dizer o técnico dos dragões em conferência de imprensa.

O treinador acredita que a exibição não foi a melhor, mas o FC Porto mereceu a vitória. "Houve ineficácia da nossa parte. Sabiamos o que as equipas de Daniel Ramos fazem, de encaixar o médio defensivo no meio dos centrais, mas faltou-nos dinâmica e velocidade na cirulação"

"Fomos ineficazes e não fizemos uma exibição espetacular, mas mereciamos ganhar o jogo. Queremos ganhar a Taça da Liga e levar esta prova muito a sério", adicionou.

Conceição acredita que o vídeoarbitro "fez falta", e que teriam ganho caso a tecnologia do VAR estivesse disponível.

O treinador dos dragões recusou falar sobre os castigos dos jogos à porta fechada, e preferiu "louvar o público estar com a equipa em momentos menos positivos".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.