A+ / A-

​Clima. Ambientalistas querem menos consumo de carne e aposta na mobilidade elétrica

14 set, 2018 - 12:47

Mudanças têm de acontecer nos próximos dois anos, defende presidente da associação ambientalista ZERO.
A+ / A-

O presidente da associação ambientalista ZERO. Francisco Ferreira, defende que é urgente mudar, nos próximos dois anos, a trajetória das emissões de gases com efeito estufa, responsáveis pelas alterações climáticas.

Esta tomada de posição decorre dos trabalhos da Cimeira Global de Ação Climática, que termina esta sexta-feira, na Califórnia, nos Estados Unidos. Os especialistas ali reunidos discutem as metas estabelecidas no Acordo de Paris.

“Os transportes e os edifícios têm sido apontados, principalmente nos países desenvolvidos, como as áreas prioritárias de ação climática”, diz Francisco Ferreira, à Renascença, adiantando que é preciso apostar também na mobilidade elétrica, uma vez que que nas próximas décadas irão para as estradas milhões de veículos.

“Nós temos de mudar na alimentação, em particular, reduzindo o consumo de carne”, acrescenta o presidente da ZERO.

A Cimeira Global de Ação Climática recebeu como oradores o antigo vice-Presidente dos Estados Unidos Al Gore, a líder Democrata da Casa dos Representantes, Nancy Pelosi, o ator Alec Baldwin, o CEO da Unilever, Paul Polman, o "mayor"’ de New York, Bill De Blasio, e o ator e vice-administrador da Conservation International, Harrison Ford.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Sectario
    15 set, 2018 lisboa 17:10
    estes ambientalistas associação zero teve contaditório no debate????Este FF não foi o do boicote á reunião na Universidade Porto???Quem acredita em sectarismos?
  • Zé Pagante
    15 set, 2018 lisboa 17:05
    Oradores praticamente com visão distorcida.Estas teorias estão a dar muito dinheiro a certos meios para quem a implementação desta regras são um filão e um roubo para as populações,prejudicando outras.Carros elétricos desde o fabrico ao abate quem polui mais????Porquê não carros a hidrogénio ,ar comprimido.mistos etc,Grande negócio e este grupo deve ter os seus patrocinadores.Quanto ganhou cada palestrante,quem pagou???Queres ver que vai haver senhas de racionamento para consumo de carne e outros géneros alimentícios.Isto só com um Lenine