A+ / A-

Brasil. “Seria uma tragédia” se Bolsonaro vencesse as eleições, diz Seixas da Costa

14 set, 2018 - 02:00

Embaixador e comentador considera que Fernando Haddad é o que tem mais possibilidades de seguir para a segunda volta, mas qualquer candidato derrotará Bolsonaro.
A+ / A-
Seixas da Costa ouvido pelo jornalista José Bastos - 13/09/2018
Seixas da Costa ouvido pelo jornalista José Bastos - 13/09/2018

Francisco Seixas da Costa, antigo embaixador no Brasil, considera que “seria uma tragédia” para o país se Jair Bolsonaro vencesse às eleições presidenciais de outubro.

Em entrevista à Renascença, Seixas da Costa não tem dúvidas: “Bolsonaro é um candidato extremamente perigoso”. Um eventual triunfo do candidato do Partido Social Liberal “aumentaria a tensão interna” e deixaria o Brasil “feridíssimo”.

Por isso, o comentador acredita que “qualquer candidato que passe à segunda volta com Bolsonaro será presidente do Brasil”.

“Não acredito que venha a haver grande espectro de apoio a Bolsonaro e não acredito que, numa segunda volta, Bolsonaro seja eleito”, disse.

O embaixador considera que Fernando Haddad, candidato do PT depois de a candidatura de Lula ter sido recusada pelos tribunais, é o nome com “grandes possibilidades” de avançar para a segunda volta contra Bolsonaro, mas não se sabe se o ex-ministro da Educação “tem a possibilidade de recuperar o estimulo de Lula”.

Outra possibilidade seria Ciro Gomes, candidato mais centrista, muito conhecido no Brasil, com “perfil de estadista mais firmado”, que até poderia ir buscar votos a Alckmin e Marina Silva, mas – acrescenta Seixas da Costa - “impulsivo e inconstante”.

“Ciro Gomes seria o candidato mais normal, moderado, de uma esquerda que não assusta mas tem pouco espaço na televisão e poucos partidos a apoiá-lo”, refere.

Quem for à segunda volta, a 28 de outubro, terá de conseguir fazer um “discurso de unidade e confiança” que marque a diferença em relação ao discurso radical de Bolsonaro, acrescenta.

No caso de se confirmar que Fernando Haddad será o próximo inquilino do palácio Planalto, Seixas da Costa acredita que “amnistiará Lula”, que depois “terá a tentação de ser ‘o condutor do banco de trás’”.

No entanto, lembra o antigo embaixador “o Brasil já não é uma ‘república de bananas’, tem um sistema institucional que mantém o Brasil com uma dignidade democrática que é incompatível com golpes à Peron”.

Jair Bolsonaro tem liderado as sondagens no Brasil para a primeira volta das eleições presidenciais que se realiza a 7 de outubro.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • americo
    17 set, 2018 14:00
    Sinto desilusão por alguem que tinha uma boa impressão. Ao preferir o candidato petista p/ nas eleições de 07Out, denota não só algum desconhecimento da realidade como apoia a corrupção, triste.
  • José da Maia
    17 set, 2018 11:09
    Tragédia é os Embaixadores não saberem estar calados. Desonram a Diplomacia e auto excluem-se do Respeito, da Honra e da Dignidade próprios de tão Nobre Vocação
  • Álvaro
    15 set, 2018 Vieira 14:23
    Para a esquerdalha é sempre uma tragédia quando quem vence é de outra ideologia! Só os comunistas é que são defensores dos direitos, liberdades e garantias. Os outros são todos fascistas!! A democracia é boa quando ganham os nossos!!
  • FERNANDO MACHADO
    15 set, 2018 PORTO 10:46
    A DIREITA CAUSA MUITOS COMICHÃO A SUA EXCELÊNCIA SENHOR EMBAIXADOR, NÃO É ? NÃO É SÓ A SUA EXCELÊNCIA, É A TODA A ESQUERDALHA QUE SE JULGA DONA DO MUNDO. E DIZEM-SE DEMOCRATAS......VALHA-NOS UMA ALBARDA..
  • PORRTUGUÊS
    14 set, 2018 BELEM PARÁ BRASIL 22:46
    TRAGÉDIA É O BRASIL QUE VIVEMOS HOJE , CONSEQUÊNCIA DAS POLITICAS DE ESQUERDA DO PT , DURANTE 14 ANOS , PARTIDO AO QUAL PERTENCE O CANDIDATO HADADE . O POVO NÃO SUPORTA MAIS TANTA INCOMPETÊNCIA , CORRUPÇÃO E ABANDONO . O VOTO EM JAIR BOLSONARO É O VOTO DO DESESPERO , É O RECADO DA POPULAÇÃO DE BEM QUE CLAMA POR ORDEM E SERVIÇOS ESSENCIAIS BÁSICOS COMO SAUDE ,EDUCAÇÃO, SEGURANÇA E INFRAESTRUTURA . O PAÍS HOJE É UMA BAGUNÇA SÓ SABE QUEM VIVE AQUI. VOTAR EM hadade É O CONTINUISMO , É SEGUIR EM PASSOS LARGOS PARA UMA SITUAÇÃO IDENTICA AO QUE VIVE HOJE A VENEZUELA. É MANTER OS INTERESSES DOS GRANDES GRUPOS ECONÓMICAS , BANCOS E IMPRENSA POR EXEMPLO , É MANTER GRUPOS E NOMES POLITICOS ENTERRADOS ATÉ AO PESCOÇO NA LAMA PODRE DA CORRUPÇÃO , INCLUSIVE O hadade . SINCERAMENTE NÃO SEI ONDE VIVEU, AQUI NO BRASIL ESSE SR. FRANCISCO, TALVEZ NUMA REDOMA OU ISOLADO EM ALGUM CONDOMINIO DE ALTO LUXO, PORQUE REALMENTE A CLASSE MÉDIA, AQUELA QUE TUDO SUSTENTA , E O POVO DE BEM EM GERAL, ESTÁ CANSADO DAS POLITICAS DO hadade E DE SUA turma . AOS BRASILEIROS QUE VOTAM EM PORTUGAL E AMAM NOSSO PAÍS , VAMOS VOTAR NA ESPERANÇA , VAMOS ELEGER JAIR BOLSONARO DE PREFERÊNCIA NO PRIMEIRO TURNO. " BRASIL ACIMA DE TUDO, DEUS ACIMA DE TODOS "
  • Fernando
    14 set, 2018 Brasil 04:12
    Tragédia é o Brasil atual! Trajédia é esta governação de esquerda!Entrevistas encomendadas! tristeza!