A+ / A-

“Carocha” deixa de ser construído em 2019

13 set, 2018 - 22:11

A marca vai apostar em viaturas familiares maiores e elétricas.
A+ / A-

O fabricante alemão Volkswagen anunciou que vai abandonar definitivamente a produção do mítico 'Carocha' no próximo ano, lançando dois últimos modelos para "celebrar a rica herança" de uma viatura que marcou a história do setor automóvel.

“A perda do 'Carocha', depois de três gerações e mais de sete décadas, deverá provocar todo um conjunto de emoções aos muitos fãs devotos do 'Carocha'", disse o presidente executivo da Volkswagen da América do Norte, Hinrich Woebcken.

O fabricante, que ainda não recuperou nos Estados Unidos do escândalo da manipulação de motores para mascarar a taxa de poluição, quer focar-se na produção de viaturas familiares maiores e elétricas e "não prevê no imediato substituir" o 'Käfer' ('besouro', em alemão, termo por que é conhecido o carro).

Woebcken ressalvou, no entanto: "Nunca digas nunca".

A produção terminará definitivamente em julho de 2019, na fábrica de Puebla (México).

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • 13 set, 2018 aldeia 22:52
    Tudo o que é bom acaba.