A+ / A-

Papa Francisco manifesta vontade de visitar o Japão em 2019

12 set, 2018 - 15:52 • Ana Lisboa

Desejo foi transmitido a uma delegação nipónica que esteve esta quarta-feira no Vaticano.
A+ / A-

O Papa Francisco manifestou esta quarta-feira a sua vontade de visitar o Japão em 2019.

Durante um encontro com uma associação japonesa, falando de improviso e surpreendendo todos, o Papa disse que “aproveitando esta visita, gostaria de vos anunciar a minha vontade de visitar o Japão no próximo ano. Esperemos que seja possível fazê-lo”.

As declarações de Francisco foram divulgadas pelo site “Vatican News”, o portal de notícias da Santa Sé.

Esta foi uma audiência privada com a Associação "Tensho Kenoh Shisetsu Kenshoukai", que decorreu antes do encontro público semanal com os peregrinos na Praça de S. Pedro.

No seu discurso, o Santo Padre desejou que “a religião, a cultura e a economia possam colaborar pacificamente para criar um mundo mais humano e caracterizado por uma ecologia integral. E isto vai ao encontro dos meus desejos para a humanidade de hoje e de amanhã, tal como escrevi na encíclica ‘Laudato Si’. É o caminho certo para o futuro da nossa Casa Comum”.

Francisco fez elogios a esta associação, promotora de projetos de cultura e solidariedade e encorajou os jovens a prosseguirem o esforço de criar um fundo de ajudas para a formação de jovens e órfãos, com a contribuição de empresas sensíveis aos seus problemas.

Ao despedir-se do grupo, o Papa agradeceu a visita e pediu-lhes que “levem ao seu maravilhoso povo e ao seu grande país, a amizade do Papa de Roma e a admiração de toda a Igreja católica”.

Esta associação japonesa promove projetos de solidariedade e cultura. Foi fundada em homenagem à primeira missão diplomática na Europa, organizada por jesuítas em 1585, com passagem por várias cidades, incluindo Lisboa.

Em 2017 o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, convidou Francisco a visitar o Japão, sublinhando o “empenho comum por um mundo sem armas nucleares”.

Jorge Mario Bergoglio, o nome do Papa Francisco, sonhava na sua juventude ser missionário no Japão, mas não conseguiu concretizar devido a problemas de saúde.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.