A+ / A-

​A família também precisa de formação contínua?

07 set, 2018 - 16:01 • Ângela Roque

Federação Portuguesa dos Centros de Preparação para o Matrimónio (CPM) lança novo guia para apoiar quem vai casar, mas também quem já casou. Responsáveis pela publicação dizem que não se trata de um manual, nem tem “receitas mágicas”, mas quer ajudar a viver em família, porque essa aprendizagem se faz ao longo da vida.
A+ / A-

O livro “Caminhada em matrimónio – um guia para casais e família” vai ser apresentado este sábado, em Fátima. É uma iniciativa da Federação Portuguesa dos Centros de Preparação para o Matrimónio (CPM), que começou a ser pensada depois do Sínodo dos Bispos dedicado à Família.

“Nós assumimos a direção nacional do CPM Portugal em novembro de 2016, tinha saído a exortação do Papa Francisco ‘Amoris Laetitia’ há pouco tempo, e achámos que devíamos elaborar novos materiais para que as famílias começassem a preparar a celebração do Sacramento do matrimónio numa linha mais atual e dinâmica”, diz à Renascença o presidente daquele organismo católico.

“Foram dois anos de trabalho árduo de auscultação, em que tivemos todas as dioceses do país envolvidas, alguns bispos também, a própria Conferência Episcopal acompanhou muito de perto esta dinâmica”, explica Joaquim Valente, que espera que com a “abordagem atual” que faz dos problemas, e a “linguagem clara e não eclesiástica”, este livro seja uma importante “ferramenta de partilha de experiências e conselhos”.

José Manuel Cabeda, que também faz parte da direção nacional dos CPM, e coordenou os trabalhos, sublinha que “apesar do título do livro envolver a palavra 'guia', este não é um manual para casais, nem tem receitas mágicas para as famílias. Cada família tem de encontrar o seu próprio caminho, evitando os caminhos com mais pedras. O livro pretende dar pistas para que cada um encontre esse caminho”, e inclui conselhos para a reflexão em casal, e para se aprender a “lidar com as crises”.

O primeiro propósito do novo guia para casais foi servir de apoio aos encontros de preparação para o matrimónio promovidos pelos CPM, mas pretende-se que também seja uma ajuda para os movimentos da Igreja ligados à pastoral juvenil e familiar, ou para quem já está casado há muitos anos.

“Queremos que este manual esteja disponível para todas as famílias. Até aqueles que já estão casados pela igreja há 20, 30 ou 40 anos e queiram fazer um ‘refresh’ à sua vida de vivência em matrimónio, o livro tem uma parte dedicada à renovação do compromisso desses casais”, diz Joaquim Valente, que acrescenta: “se tivermos famílias bem formadas temos melhor sociedade. Nós acreditamos nisto”.

Para José Manuel Cabeda, é fundamental as famílias perceberem que aprender a viver casados é uma coisa que se trabalha ao longo da vida, não se esgota na curta preparação que se faz em noivos.

“Hoje em dia fala-se muito na renovação das nossas competências profissionais, mas as nossas competências relacionais e em família também têm que ser trabalhadas de uma forma contínua”, afirma.

E isso foi tido em conta na forma como se estruturou a obra. “O livro divide-se em três grandes partes, uma que é uma preparação com mais tempo e mais calma, e que é utilizada como preâmbulo para as reuniões do CPM, mas que pode ser utilizada também por organizações de jovens, da pastoral universitária ou da catequese.

A segunda parte destina-se mesmo às reuniões do CPM, e a terceira parte a essa preparação continuada, que será mais para os movimentos da pastoral familiar, ou então casais, que individualmente ou em grupo queiram refletir sobre o que é a vida em casal”.

A direção nacional dos CPM espera fazer chegar o novo guia a todos os que na Igreja se dedicam a esta área, e quer trabalhar em rede. “O livro já tem uma listagem de todos os movimentos de pastoral familiar de que tivemos conhecimento, mas se houver mais podem sempre ser acrescentados no site do CPM, que tem uma secção dedicada a este livro, e onde irão aparecer artigos e outros contributos complementares”, explica José Manuel Cabeda.

O livro “Caminhada em matrimónio – um guia para casais e família” vai ser apresentado sábado, 8 de setembro, às 18 horas, no Centro Pastoral Paulo VI, em Fátima.

A sessão será presidida por D. Joaquim Mendes, bispo auxiliar de Lisboa e responsável pela Comissão Episcopal do Laicado e Família, e contará com a participação de Filipe Almeida, pediatra e professor da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, e Isabel Figueiredo, coordenadora de conteúdos religiosos da Rádio Renascença. A moderação estará a cargo do jornalista Rui Saraiva, diretor adjunto do jornal “Voz Portucalense”, e correspondente da rádio Vaticano.

O livro vai estar em breve disponível nas livrarias, mas pode ser encomendado através do site da Federação Portuguesa dos CPM.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.