A+ / A-

Dirigente do Bayern aconselha PSG a despedir Antero Henrique

03 set, 2018 - 10:40

Uli Hoeness não gostou da forma como os parisienses conduziram as negociações por Jerôme Boateng.
A+ / A-

Ul Hoeness, presidente do Conselho de Administração do Bayern Munique, fez duras críticas a Antero Henrique, diretor desportivo do Paris Saint-Germain.

"Aconselho o PSG a despedir o diretor desportivo, Antero Henrique. Não dá boa imagem de apresentação do clube. Se o PSG quer ser de nível mundial, não pode ter um diretor desportivo como ele", atirou Hoeness, em entrevista à revista alemã "Kicker".

Hoeness confirmou que o PSG fez uma oferta de 38 milhões de euros por Boateng, mas que o Bayern continuou a exigir 50 milhões de euros, por não querer abrir mão do central. O que se seguiu não agradou a Hoeness:

"Pedimos aquele dinheiro todo porque não queríamos que o Boateng se fosse embora. Achámos que o PSG nunca ia pagar aquilo por ele, mas eles não perceberam e continuaram a insistir".

Os dois clubes acabaram mesmo por fazer negócio por um defesa, embora não por Boateng. Quem viajou de Munique para Paris foi o lateral espanhol Juan Bernat, por cerca de 15 milhões de euros.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.