A+ / A-
Moreirense

Ivo Vieira. "Não conseguimos ombrear com a força do FC Porto"

02 set, 2018 - 22:39

Treinador do Moreirense admite que o resultado é justo, mas enalteceu a atitude dos seus jogadores.
A+ / A-

Ivo Vieira, treinador do Moreirense, não ficou satisfeito com a derrota no Dragão, mas acredita que viu pontos positivos.

"Não é o resultado que queriamos. Ganhou a melhor equipa. Ninguém joga à espera de não somar pontos. Estavamos preparados para essa dificuldade, mas tenho que enaltecer o comportamento da equipa. A equipa vai crescendo com estes momentos e com a qualidade de jogo que tivemos.", começou por dizer o treinador dos cónegos, em "flash interview" da Sport TV.

"Não descurámos dos nossos princípios e ideias de jogo. Tivemos momentos em que tivemos posse. Não criamos oportunidades flagrantes, não houve essa possibilidade, mas chegámos ao último terço. Fica o comportamento e desempenho da equipa, que deram o máximo".

O treinador admite que o Moreirense não está ao nível do FC Porto, desvalorizou a ideia de um dragão de orgulho ferido e perspetivou o resto da época. "Não conseguimos ombrear com a força do FC Porto. Eles não vão ganhar sempre, e é normal que quisessem fazer um jogo forte contra nós, o que não anula a nossa crença de querer fazer um bom resultado".

"A esta altura esperava ter mais um ou dois pontos, mas perante o calendário, não é satisfatório, mas é aceitável. Isto é uma maratona, temos de fazer o nosso campeonato", rematou

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.