A+ / A-

Milhares de pessoas protestam em Moscovo contra aumento da idade de reforma

02 set, 2018 - 14:19

Governo russo quer aumentar a idade de reforma em oito anos para as mulheres e em cinco anos para os homens.
A+ / A-

Milhares de pessoas em Moscovo responderam este domingo ao apelo do Partido Comunista russo e de outras organizações de esquerda para protestar contra o aumento da idade da reforma promovido pelo Governo.

"A restauração do socialismo é a salvação da Rússia", lia-se numa tela colocada no início da Avenida Sakharov, onde teve lugar a manifestação, próxima do centro de Moscovo e na qual manifestantes erguiam bandeiras vermelhas com a foice e o martelo.

A proposta do executivo russo aumenta a idade de reforma em oito anos para as mulheres (de 55 para 63 anos) e em cinco anos para os homens (de 60 a 65 anos), e já foi aprovada numa primeira fase pelo parlamento.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.