A+ / A-
Benfica

Rui Vitória em xeque se falhar Champions? "Prematuro", considera César Peixoto

27 ago, 2018 - 12:45 • José Pedro Pinto

Treinador dos encarnados não é o único culpado de uma equipa que tem pecado no aspeto da finalização. Antigo médio do Benfica acredita no apuramento dos encarnados para a Liga dos Campeões, sempre e quando realize uma exibição determinada e personalizada em Salónica.
A+ / A-

César Peixoto acredita que Rui Vitória continuará a ter margem de manobra na Luz, na eventualidade de o Benfica falhar a entrada na fase de grupos da Liga dos Campeões.

Depois do empate a uma bola averbado diante do PAOK Salónica, na primeira mão dos "playoff", em Lisboa, os encarnados vão à Grécia em desvantagem na eliminatória e com a obrigação de marcar para manter viva a ambição dos milhões da Champions.

O técnico tem vindo a ser criticado, neste arranque de época - o empate no dérbi com o Sporting intensificou esse cenário - mas o antigo médio dos encarnados coloca água na fervura.

Em Bola Branca, Peixoto não crê que Luís Filipe Vieira se precipite e que a corda parta pelo lado de Rui Vitória. E tem argumentos.

"Parece-me prematuro. Ainda estamos no início da época. É verdade que se o Benfica não entrar na fase de grupos da Liga dos Campeões, será uma falha muito grande para a época mas Rui Vitória tem um trajeto no Benfica e já ganhou no Benfica. Não me parece normal, da parte do presidente do Benfica, concluir o trabalho de Rui Vitória neste início de época e dar-lhe-à mais tempo. A equipa até está a começar a época bem. Tem pecado um pouco na finalização e não só por Rui Vitória mas também porque Ferreyra não tem rendido o que era esperado dele. Jonas não tem jogado, Castillo também. Mas, com o tempo, as coisas vão arrumar-se. Não me parece que seja por aí que o Rui Vitória possa ser despedido", crê.

Ora, acima de tudo, será necessário, em Salónica, um Benfica com determinação, concentrado e coeso. Se assim for, César Peixoto já consegue ouvir o hino da Liga Milionária na Luz na presente temporada.

"Acredito que o Benfica é uma equipa mais forte e demonstrou-o na Luz mas não vai ser fácil. O PAOK já provou nas eliminatórias anteriores que pode surpreender mas o Benfica tem de entrar determinado e a impor o seu futebol para colocar a eliminatória do seu lado. Se entrar dessa forma, personalizado, compacto, a defender bem e sobretudo mais eficaz na finalização - coisa que não tem sido nos últimos dois jogos - acredito que o Benfica possa passar esta eliminatória", projeta.

O PAOK Salónica-Benfica arranca às 20h00 de quarta-feira, com arbitragem do alemão Felix Brych. Jogo com relato na antena da Renascença e acompanhamento ao minuto em rr.sapo.pt.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.