A+ / A-

Raúl Alárcon vence 80ª Volta a Portugal

12 ago, 2018 - 17:26

Espanhol conquista a Volta pela segunda vez, num dia em que Vicente de Mateos voltou a ser o mais rápido.
A+ / A-
Raúl Alárcon vence Volta a Portugal pela segunda vez consecutiva
Raúl Alárcon vence Volta a Portugal pela segunda vez consecutiva

O espanhol Raúl Alárcon conquistou pela segunda vez consecutiva a Volta a Portugal em bicicleta, que terminou este domingo com um contrarrelógio em Fafe.

O ciclista espanhol da equipa FC Porto-W52 fez o terceiro melhor tempo no percurso de 17,3 quilómetros e segurou a camisola amarela.

Jóni Brandão ficou em quarto lugar no "crono" final e não conseguiu recuperar a desvantagem para Alárcon. O homem do Sporting-Tavira termina a volta no segundo lugar, a um minuto e três segundos do espanhol.

Vicente de Mateos foi o mais rápido do dia. O ciclista da Aviludo-Louletano-Uli demorou 25,17 minutos a cumprir o percurso nas ruas de Fafe, seguido de João Rodrigues.

O FC Porto-W52 também ganhou por equipas.

Numa primeira reação ao bis na Volta a Portugal, Raúl Alárcon era um homem emocionado e agradecido aos seus colegas de equipa.

“Estou muito contente. Vamos festejar. São muitas emoções, não tenho muitas palavras, fiquei sem palavras. A equipa esteve bem, trabalhámos muito, estamos unidos”, declarou Alárcon, à RTP.

Classificação individual final

1- Raúl Alárcon 41:15:32 horas

2- Jóni Brandão, a 1,03 minutos

3- Vicente de Matteos, a 1,14'

4- Edgar Pinto

5- Frederico Figueiredo

6- João Benta

7- João Rodrigues

8- Ricardo Mestre

9- Domingos Gonçalves

10- Henrique Casimiro

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.