A+ / A-

Ministério da Agricultura disponibiliza alimentação para animais

09 ago, 2018 - 20:52

Incêndio de Monchique dura há sete dias.
A+ / A-

O Ministério da Agricultura anunciou que vai disponibilizar alimentação para os animais afetados pelo incêndio que lavra há sete dias na serra de Monchique, no Algarve, aguardando pedidos de apoios dos produtores afetados.

Em comunicado, o Ministério da Agricultura avança já ter disponível, através da Companhia das Lezírias, alimentação animal para suprir as necessidades que venham a ser identificadas, nomeadamente aos animais retirados das zonas de incêndio, que se encontram recolhidos em Monchique.

De acordo com o documento, foi já entregue pela Direção Regional de Agricultura e Pescas do Algarve (DRAPAL) e pela Direção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV), na quarta-feira, e após um pedido da Câmara Municipal, uma carga de palha fornecida pela Quinta do Freixo e ração para ovinos.

Os técnicos de ambas das direções regionais continuam no terreno "em estreita articulação com os serviços de Proteção Civil e com a Veterinária Municipal de Monchique, procedendo à identificação de situações que careçam de apoio para evacuação, tratamento ou alimentação de animais nas zonas de incêndio".

Ainda de acordo com o comunicado, os serviços da DRAPAL aguardam que sejam levantadas as restrições à circulação por parte dos serviços de Proteção Civil, para poder dar início ao levantamento dos prejuízos provocados pelo incêndio em explorações agrícolas.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.