A+ / A-
Ciclismo

Volta. Domingos Gonçalves vence em Boticas

08 ago, 2018 - 16:59

O ciclista da Rádio-Popular Boavista fugiu ao pelotão, venceu em Boticas e conquistou a primeira vitória na "Grandíssima" deste ano.
A+ / A-
Domingos Gonçalves vence 6ª etapa, Raúl Alarcón mantém a amarela
Domingos Gonçalves vence 6ª etapa, Raúl Alarcón mantém a amarela

Domingos Gonçalves é o vencedor da sexta etapa da Volta a Portugal, num percurso de 165,4 quilómetros, entre Sernancelhe e Boticas.

O ciclista da Rádio Popular-Boavista, campeão nacional de estrada e contrarrelógio, chegou a Boticas sem competição, e com uma vantagem de 20 segundos para o segundo classificado, o dinamarquês Krister Hagen.

Raúl Alarcón da W52-FC Porto cruzou a meta em 12º lugar, mantém a amarela e continua com 52 segundos de vantagem para o segundo classificado da geral, Joni Brandão, da Sporting-Tavira.

O filme da Etapa

Em nova etapa no interior do país, e depois de um dia de descanso, os ciclistas em fuga começaram bem cedo na etapa, de onde se destaca a presença do primeiro camisola amarela desta edição da Volta, Rafael Reis.

À passagem do quilómetro 114, os fugitivos já levavam quase três minutos de vantagem. O pelotão não tardou em apanhar os ciclistas da fuga à passagem do quilómetro 145.

Foram várias as tentativas de ataque nos últimos 20 quilómetros da prova. Joni Brandão, Raúl Alarcón, De Mateos e Edgar Pinto tentaram mexer com a prova, mas foi o ciclista português da Rádio Popular que disparou para a vitória, a dez quilómetros do fim.

A sétima etapa da Volta a Portugal decorre esta quinta-feira, num percurso de 165,5 quilómetros, que liga Montalegre a Viana do Castelo.

[Atualizado às 19h45]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.