A+ / A-

Novichok que matou mulher britânica estava numa garrafa

14 jul, 2018 - 02:18

Polícia encontrou a fonte do envenenamento de um casal britânico. As investigações prosseguem.
A+ / A-

Foi localizado o recipiente que continha o agente neurotóxico russo Novichok que contaminou um casal, no Sul de Inglaterra.

De acordo com a polícia britânica, uma pequena garrafa foi recuperada durante as buscas na casa de Charlie Rowley e Dawn Sturgess, na localidade de Amesbury.

Dawn Sturgess morreu no hospital e Charlie Rowley está a recuperar, mas o seu estado de saúde continua crítico, apesar de ter recuperado a consciência nos últimos dias.

Após os testes, os cientistas confirmaram que a substância contida na garrafa é Novichok, o mesmo agente que esteve na origem da contaminação do ex-espião Sergei Skripal.

Os peritos estão agora a realizar mais testes para tentar apurar se o agente nervoso encontrado pertence ao mesmo lote utilizado para envenenar Skripal e a filha.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • bay
    14 jul, 2018 lisboa 12:34
    Quem são estes senhores(AS).?