A+ / A-

Martínez: "Não posso garantir que vou ser o selecionador da Bélgica no próximo ano"

13 jul, 2018 - 18:03

Selecionador belga quer derrotar Inglaterra e assegurar o terceiro lugar no Mundial 2018.
A+ / A-

Roberto Martínez, em conferência de imprensa antes da partida do terceiro e quarto lugar do Mundial 2018, não garantiu a permanência no cargo de selecionador belga, e fez a antevisão da partida frente à Inglaterra.

Inglaterra e Bélgica vão defrontar-se pela segunda vez neste Mundial, depois de se terem encontrado no terceiro e último jogo da fase de grupos. A Bélgica venceu essa partida por 1-0, com golo de Januzaj.

Para Martínez, a partida não terá surpresas: "A Inglaterra é uma equipa dinâmica. Marcou nove vezes de bolas paradas. Mas não será um jogo com surpresas em relação ao jogo da fase de grupos. As duas seleções querem ganhar o jogo, mas nós achamos que somos melhores".

Em dia de aniversário do selecionador belga, Roberto Martínez já escolheu a prenda ideal: "Ganhar amanhã. Os adeptos merecem ganhar o último jogo."

O espanhol recusou ainda a possibilidade de Mignolet alinhar na baliza na partida de sábado: "É preciso continuidade na posição de guarda-redes. Vamos manter o Courtois como titular".

Roberto Martínez recusou dar certezas em relação à permanência no comando da seleção: "Não posso garantir que vou ser o selecionador da Bélgica no próximo ano. Se eu perder o próximo jogo vão querer ver-se livres de mim".

O treinador espanhol de 45 anos conduziu a seleção belga à meia-final do Mundial 2018, onde caiu perante a França, por 1-0. A partida do terceiro e quarto lugar tem data marcada para este sábado, às 15h00, entre a Bélgica e Inglaterra.



Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.