A+ / A-

Icebergue de 6km solta-se e obriga à retirada de 170 pessoas na Gronelândia

13 jul, 2018 - 16:44

Autoridades temem que este bloco de gelo a flutuar à deriva se parta e acabe por destruir casas ou provoque um tsunami.
A+ / A-

Um icebergue com seis quilómetros de largura soltou-se de um glaciar no leste da Gronelândia, o maior em mais de uma década naquele lugar.

O fenómeno obrigou à retirada de 170 pessoas de uma aldeia. As autoridades temem que este bloco de gelo a flutuar à deriva se parta e acabe por destruir casas ou provoque um tsunami. Segundo disse à Reuters um porta-voz da polícia local, a população da aldeia de Innaarsuit refugiu-se numa encosta mais elevada e afastada do mar.

"Estamos habituados a ver grandes icebergues mas nunca tínhamos visto antes um tão grande", disse Susanna Eliassen, membro do conselho municipal.

Os cientistas que controlam o estado do glaciar capturaram a quebra da gigantesca massa de gelo em vídeo no dia 22 de junho, depois de semanas acampados no glaciar Helheim.

O professor David Holland, da Universidade de Nova Iorque, afirmou que o vídeo mostra “3% da perda anual de gelo da Gronelândia a acontecer em 30 minutos”, condensados num vídeo mais curto com as imagens aceleradas.

“Parecia que havia foguetes a rebentar, afirmou, descrevendo o que viu como “um acontecimento muito complexo, caótico e barulhento”.

Holland destacou que “a preocupação real é com a Antárctida, onde é tudo tão grande que os riscos são muito mais altos”.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.