A+ / A-

Trump arrasa plano de May para o Brexit

12 jul, 2018 - 23:17

Presidente dos EUA está de visita ao Reino Unido. Trump criticou Theresa May e elogiou o antigo ministro dos Negócios Estrangeiros Boris Johnson: “vai dar um grande primeiro-ministro”.
A+ / A-

O plano do Governo britânico para um Brexit suave “vai, provavelmente, matar” qualquer acordo comercial futuro com os Estados Unidos, afirma o Presidente norte-americano, Donald Trump.

A citação de uma entrevista ao jornal “The Sun” foi conhecida esta quinta-feira, dia em que Donald Trump iniciou a sua primeira visita oficial ao Reino Unido.

Para o líder norte-americano, o plano da primeira-ministra, Theresa May, “vai definitivamente afetar o comércio com os Estados Unidos, infelizmente, de maneira negativa”.

O antigo ministro dos Negócios Estrangeiros Boris Johnson, um dos maiores defensores do Brexit que se demitiu esta semana em rota de colisão com May, “vai dar um grande primeiro-ministro”, referiu Donald Trump.

O Presidente dos EUA chegou esta quinta-feira à tarde ao Londres e jantou com a Theresa May, no Palácio de Blenheim, que já foi a casa de Winston Churchill.

Em cima da mesa estiveram as relações económicas entre os dois blocos.

May elogiou a amizade antiga entre o Reino Unido e o aliado EUA e manifestou o desejo de os dois países trabalharem em conjunto para um futuro melhor.

“Sr. Presidente, Sir Winston Churchill disse um dia que ‘ter os EUA ao nosso lado era a maior alegria. O espírito de cooperação e amizade entre os nossos países, os nossos líderes e povos, tem uma longa e orgulhosa história. Agora, para benefício dos nossos povos, vamos trabalhar em conjunto para construir um futuro mais prospero”, disse a primeira-ministra britânica no discurso divulgado pelo seu gabinete.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.