O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-
Ciclismo

Ataque no alto do Mur de Bretagne coroa Daniel Martin

12 jul, 2018 - 16:41

Ciclista irlandês da UAE Team Emirates vence exigente sexta etapa do Tour. Greg Van Avermaet esteve prestes a perder amarela mas mantém liderança da geral, agora com Geraint Thomas a apenas três segundos.
A+ / A-

Daniel Martin (UAE Team Emirates) venceu a sexta etapa da Volta a França, esta quinta-feira, cortando a meta de forma isolada, no alto do Mur de Bretagne. O belga Greg Van Avermaet (BMC) conservou a camisola amarela mas não ganhou para o susto.

O irlandês foi o mais forte nos últimos dois quilómetros da subida, que coincidiu com um exigente prémio de montanha de terceira categoria. O francês Pierre Latour (Ag2R La Mondiale) e o espanhol Alejandro Valverde (Movistar) fizeram segundo e terceiro lugares, respetivamente.

Martin concluiu os 181 quilómetros da tirada iniciada em Brest com o tempo de 4h13m43s, com um segundo de avanço sobre Latour e três face a Valverde.

Num final de etapa com as equipas dos primeiros classificados da geral individual a trabalharem arduamente em prol dos respetivos objetivos, foi a BMC do camisola amarela, Van Avermaet a levar a melhor, com o próprio ciclista belga a ser 12º, a três segundos do vencedor do dia.

O compatriota de Van Avermaet, Phillipe Gilbert (Quick Step-Floors), principal ameaça presente ao líder, cortou a meta em 31º, a 12 segundos de Martin. Mas foi o britânico Geraint Thomas, da Sky, a a ser também um dos grandes vencedores do dia, cortando dois segundos de atraso face a Van Avermaet e ascendendo ao segundo posto da geral, a três do belga.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.