A+ / A-
Mundial 2018

Dalic, os "experts" que não o são e a história que já foi feita

11 jul, 2018 - 23:23

O selecionador da Croácia acredita que a equipa já entrou na história, independentemente do resultado na final do Mundial.
A+ / A-

O selecionador croata, Zlatko Dalic, atribuiu o mérito pelo apuramento para a final do Mundial aos jogadores. "O que eles fizeram, correram. É para ficar na história", declarou, após a vitória sobre a Inglaterra.

"Tivemos coração, tivemos alma e os grandes jogadores que temos. Os 'experts' que apostaram na Inglaterra não são 'experts'. Eles deveriam saber que a Croácia é melhor e nós mostrámos isso", acrescentou.

Para Dalic, o Mundial será vencido "por uma equipa de personalidade, que execute bem o que se propõe". Personalidade é coisa que a Croácia mostrou, garantiu o técnico: "Acima de todas as qualidades futebolísticas, somos um país de gente que nunca desiste".

"Já estamos na história", resumiu Dalic. Quanto à França, o selecionador croata salientou que "não há nenhuma fraqueza numa equipa que está na final" e que a formação gaulesa "tem jogadores fantásticos".

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Helder
    12 jul, 2018 Lisboa 10:25
    Está na altura da fifa e uefa nos jogos importantes fazer analises aos jogadores, pq sabemos que os russos cheiravam amoniaco e estes croatas o que terão cheirado? Eles fartam-se de correr os jogos todos, o Modric parece que a qualquer altura tomba para o lado tal o esforço que se nota. De uma maneira geral são todos eles sempre em esforço e sempre a ganhar os jogos no prolongamento. Antes do jogo com a França a fifa devia fazer uma rusga anti-doping.