A+ / A-

Trump desafia aliados da NATO a duplicarem despesa com Defesa

11 jul, 2018 - 16:51

Presidente norte-americano quer que aliança atlântica exija formalmente que cada país gaste 4% do PIB com defesa comum.
A+ / A-

O Presidente norte-americano, Donald Trump, defende que os aliados da NATO devem aumentar os seus orçamentos de Defesa para 4% do Produto Interno Bruto (PIB).

A notícia foi avançada pelo Presidente búlgaro, Rumen Radev, no primeiro dia da cimeira da Aliança Atlântica, em Bruxelas.

“O Presidente Trump foi o primeiro a falar e levantou a questão não só de os aliados chegarem aos 2%, agora, mas também definiu uma nova meta de 4%”, disse Radev aos jornalistas.

Antes da cimeira, Donald Trump voltou a criticar os aliados da NATO que não cumprem a meta dos 2% de gastos com defesa e chegou a defender que os EUA sejam reembolsados por serem o principal investidor da Aliança Atlântica.

Portugal é um dos países que não cumpre esse objetivo. O orçamento de Defesa nacional representa atualmente cerca de 1,36% do Produto Interno Bruto (PIB), segundo os dados divulgados terça-feira pela NATO. O valor está ainda longe da meta de 2% acordada entre os países membros da Aliança Atlântica, mas é superior aos valores investidos por países como a Alemanha.

Apenas quatro países além dos EUA - Grécia, Estónia, Reino Unido e Letónia - já atingem a meta dos 2% como foi decidido na cimeira do País de Gales em 2014, para ser alcançada no espaço de 10 anos (até 2024).

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Guedes
    12 jul, 2018 Lisboa 07:32
    Ganha juízo pá! Queres que te compremos trastes Made in USA? Deves ter cá uma sorte.
  • Cidadao
    11 jul, 2018 Portugal 18:42
    Até se podia gastar 4%, mas era a comprar armas e equipamentos exclusivamente produzidos na Europa - na EUROPA, não na alemanha/frança e companhia - a desenvolver investigação, produção, inovação tecnológica exclusivamente europeia. Agora a dar dinheiro para a industria de defesa dos camones, bastam os 2% regulamentares.
  • 11 jul, 2018 17:34
    Se os comboios nao param nao vale a pena investir dinheiro !
  • 11 jul, 2018 17:20
    Um trio maravilha!
  • Anónimo
    11 jul, 2018 17:13
    Eu desafio o Trump a tentar deter um criminoso armado apenas com as suas mãos. Afinal, ele disse que era capaz de o fazer e deve ser motivado para isso!