O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-
Mundial 2018

​Southgate e a Croácia. “Para um país pequeno, têm grandes jogadores”

10 jul, 2018 - 17:34

Selecionador inglês falou sobre a partida da meia-final do Mundial e de um trauma com 20 anos.
A+ / A-

Gareth Southgate, selecionador inglês, elogiou, em conferência de imprensa, a equipa da Croácia, e falou sobre um trauma com mais de 20 anos.

“Vai ser um enorme teste para nós, mas não esperava diferente. Para um país pequeno, a Croácia já produziu grandes jogadores”, começou por dizer.

O selecionador agradeceu ainda o apoio dos ingleses em território russo: “Estamos muito orgulhosos do apoio que temos recebido. Temos a hipótese de fazer a diferença. Nos últimos anos temos sofrido muito. Os jogadores têm orgulho de vestir esta camisola. É bom ver que gostam de jogar pela seleção.”

O selecionador elogiou a liderança de Jordan Henderson na equipa e a importância de John Stones no eixo da defesa, antes de falar sobre um trauma que assombra Southgate há mais de duas décadas.

Em causa está a música “Football’s Coming Home”, criada para o Campeonato da Europa de 1996, organizado em Inglaterra. Nessa mesma competição, Southgate, na altura jogador, falhou o penalti que ditou a eliminação nas meias-finais frente à Alemanha.

A música, que voltou a servir de mote para a seleção inglesa neste Mundial, não traz as melhores memórias para o selecionador: “Durante 20 anos não conseguia ouvir essa música. Para mim tem um sentimento um pouco diferente, mas é bom ver que as pessoas gostam dela outra vez.”

A Inglaterra pode chegar a uma final do Campeonato do Mundo pela primeira vez desde 1966, quando venceu a competição. A partida das meias-finais do Mundial 2018 entre Inglaterra e Croácia tem data marcada para quarta-feira, às 19h00.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.