O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

Voltaram a aumentar os trabalhadores a recibos verdes

10 jul, 2018 - 08:05

Em 2017, eram mais 14,6% do que no ano anterior.
A+ / A-

Aumentaram as contratações a recibo verde no Estado. Em 2017, eram mais 14,6% do que no ano anterior, segundo as contas do jornal "Público".

No final do ano passado, quando já estava em andamento programa para regularizar a situação dos precários, os organismos públicos tinham 17.728 trabalhadores com contratos de prestação de serviços.

Este é o valor mais elevado desde o segundo semestre de 2013, quando foram contabilizadas mais de 28 mil pessoas nesta situação, escreve o jornal.

Segundo os dados divulgados pela Direcção-geral da Administração e do Emprego Público, mais de 56% dos trabalhadores a recibos verdes tem ligação aos organismos da administração central, em particular nos serviços que dependem dos ministérios do Trabalho e da Segurança Social, Saúde e da Ciência e Ensino Superior.

As estatísticas mostram que 43,7% das prestações de serviço registadas no final de 2017 ocorreram na administração local.

Está em curso o Programa de Regularização Extraordinário dos Vínculos Precários na Administração Pública (PREVPAP) que, só na administração central, teve mais de 30 mil candidaturas.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.