A+ / A-
Seleção Nacional

Fonte garante que continuará a dar "a vida" pela seleção enquanto for chamado

30 jun, 2018 - 22:20

O central lamenta a eliminação do Mundial, diante do Uruguai, apesar do jogo bem conseguido de Portugal.
A+ / A-

José Fonte não abandona a seleção nacional, após o Mundial. O central garante que, enquanto o chamarem, vestirá a camisola das "quinas" com todo o gosto.

"Se é o último [Mundial] ou não, como disse antes, estou sempre disponível. Sempre que o mister me chamar, darei a vida pela minha equipa, pelo mister e pelos meus companheiros", sublinhou o defesa, em declarações aos jornalistas, após a derrota (2-1) com o Uruguai, que ditou o afastamento de Portugal do Mundial.

Fonte salientou que Portugal arriscou tudo, diante dos uruguaios, mas que há dias em que as coisas não correm como planeado. "O facto de termos sofrido um golo cedo talvez nos tenha posto um pouco de pé atrás. Tivemos posse de bola mas não fomos muito incisivos", reconheceu.

Ainda assim, "foi um jogo conseguido" e Portugal podia ter chegado à vitória, após o empate, mas "num lance menos feliz o cavani faz o segundo golo".

"Depois foi dar o máximo e dar a vida por este país e esta seleção. [Saímos] de cabeça erguida, demos tudo, foi o jogo mais conseguido da seleção. !ueríamos ir mais além, sentimos que devíamos ir mais além e que devíamos ter vencido", afirmou.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.