O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-
Mundial 2018

México ia parando no amarelo mas segue em frente com a Suécia

27 jun, 2018 - 16:58

Jogo de emoções à flor da pele termina com celebrações das duas seleções, as apuradas para os oitavos-de-final do campeonato do mundo.
A+ / A-

A Suécia ia esmagando o México com toda a força mas quis o destino que apenas fosse categórica no triunfo (3-0), para a terceira jornada do Grupo F do Mundial 2018.

Europeus e norte-americanos seguem ambos em frente, no dia em que a campeã do mundo Alemanha ficou pelo caminho, saindo de cena forma absolutamente estrondosa.

Mas Herrera, Layún, Corona, Raúl Jiménez e companhia não ganharam para o susto, estando durante praticamente toda a segunda parte no limbo e com o coração nas mãos.

A primeira metade terminou sem golos mas a etapa complementar viu surgir uma Suécia com orgulho ferido, ainda com a forma algo injusta como havia perdido com os germânicos no subconsciente.

Vai daí e Augustinsson abriu o ativo, aos 50'. De penálti, Granqvist ampliou o marcador, aos 62'. Aos 74', num momento de profunda infelicidade, Alvarez fez auto-golo e deixou o México com o "credo" na boca.

Seguiram-se minutos intermináveis de absoluto sofrimento, até ao momento em que os sul-coreanos aniquilaram os alemães.

No fim, sabendo-se do nulo entre Coreia do Sul e Alemanha, houve festa rija em Ekaterimburgo.

Nas contas finais do Grupo F, surpresa total: Suécia e México nos oitavos-de-final, com seis pontos. A Coreia do Sul, autêntico "tomba-gigantes" e a Alemanha, com três - última classificada - despedem-se do campeonato do mundo.

No arranque da segunda fase, a Suécia defrontará o segundo classificado do Grupo E. O México ficará com o líder do Grupo E.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.