A+ / A-

Futsal. Árbitro do Sporting-Benfica agredido com pau

25 jun, 2018 - 16:12

Sérgio Magalhães recebeu tratamento hospitalar. Federação Portuguesa de Futebol repudia "ato cobarde" e anuncia queixa às autoridades.
A+ / A-

Um dos árbitros que dirigiu o Sporting-Benfica de futsal do último domingo, foi agredido esta segunda-feira, junto ao seu local de trabalho.

A informação foi avançada, em comunicado, pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF), que repudia o "ato cobarde" perpetrado sobre a figura de Sérgio Magalhães e anuncia que já foi feita uma queixa junto das autoridades.

O juiz, altamente criticado pelos leões após a derrota no terceiro jogo da final do campeonato nacional da Primeira Divisão (6-9 para os encarnados) foi agredido com um pau junto ao seu local de trabalho, tendo mesmo necessidade de receber tratamento hospitalar.

Leia o comunicado emitido pela FPF na íntegra.

"O árbitro de futsal Sérgio Magalhães foi esta manhã agredido junto ao seu local de trabalho por um indivíduo com um pau e uma arma, tendo recebido tratamento hospitalar.

Este ato cobarde já foi relatado às autoridades policiais, a quem foi apresentada queixa.

O Conselho de Arbitragem repudia este ato de violência e sublinha que o incitamento ao ódio, que continua a ser praticado repetidamente em Portugal, não pode ser dissociado deste tipo de incidentes.

O Conselho de Arbitragem está a prestar todo o apoio ao árbitro Sérgio Magalhães num momento grave e inaceitável, que nenhum agente desportivo merece viver."

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • zico
    26 jun, 2018 alfandega da fé 10:23
    Estes actos são sempre de condenar mas, os próprios árbitros não fomentam o ódio dentro dos campos com as suas actuações paupérrimas? onde está a federação para lhes "puxar as orelhas"?