O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-
Hervé Renard

Selecionador de Marrocos vai tentar fazer com que Ronaldo "não seja tão sensacional"

19 jun, 2018 - 17:00

Francês que comanda os magrebinos projeta jogo do tudo ou nada para a sua equipa, frente a Portugal.
A+ / A-

O selecionador de Marrocos reconhece a necessidade de vencer Portugal, na segunda jornada do Grupo B, no sentido de manter vivas as esperanças de passagem à segunda fase do Mundial 2018 mas não aceita a ideia de um desnível gritante de valor entre as duas equipas.

Esta terça-feira, em conferência de imprensa no palco do encontro, o imponente Estádio Luzhniki, em Moscovo, o francês Hervé Renard foi claro.

"Não vamos entrar em campo previamente derrotados. Se assim fosse, apanhávamos o autocarro e íamos embora. Temos a oportunidade de enfrentar a atual campeã da Europa. É uma oportunidade excecional defrontar jogadores do nível de Portugal. Temos de estar a 120% e esquecer o que aconteceu contra o Irão", salientou, recordando a inesperada derrota diante dos iranianos.

"Os jogadores são profissionais. Temos de levantar a cabeça e seguir em frente. Não dá para ficar a pensar nisso. Faz parte do futebol. Temos de estar em forma mental também. Num Mundial, o mais importante é estar pronto do ponto de vista psicológico. Temos de acreditar em nós próprios", sustentou.

"Ronaldo é fantástico mas vamos tentar que seja menos excecional"

O "hat-trick" assinado por Cristiano Ronaldo no empate entre Portugal e Espanha continua bem vivo na história deste campeonato do mundo. Tanto que Hervé Renard admitiu que, mesmo sendo difícil, Marrocos vai tentar anular a influência do capitão da Seleção Nacional.

"Já tudo foi dito em relação a Cristiano Ronaldo. Não há nada a acrescentar. Mesmo formando um plano contra Ronaldo, ele consegue sempre fazer a diferença e ajudar a sua equipa a entrar nos trilhos. É um jogador fantástico e mesmo essa palavra pode não ser a mais adequada. Vamos tentar que ele amanhã não seja tão sensacional", admitiu, ainda que se mostre avesso a focar o momento defensivo da sua equipa apenas no CR7.

"Se colocarmos três jogadores em cima de Ronaldo, não sei como iremos fazer com os restantes. Portugal tem uma grande equipa, com muita qualidade", recordou.

Amrabat pode ir a jogo? "Vamos tomar uma decisão"

O lateral Noureddine Amrabat é a principal dúvida do lado magrebino. O defesa lesionou-se na partida com o Irão, há cinco dias e Renard não desanuvia o cenário.

"Todos os jogadores que participam num Mundial querem jogar mas temos de tomar decisões. Vamos tomá-la agora. O médico, o jogador e eu vamos decidir se ele pode ir a jogo ou não. Vamos tomar uma decisão", adiantou.

O Portugal-Marrocos arranca às 13h00 desta quarta-feira, no Estádio Luzhniki, em Moscovo, com arbitragem do norte-americano Mark Geiger. Jogo com relato na antena da Renascença e acompanhamento ao minuto em rr.sapo.pt.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.