A+ / A-
Marrocos

Tahar: "Não temos Cristiano Ronaldo, mas somos uma equipa"

19 jun, 2018 - 12:45 • João Fonseca

Antigo jogador do Benfica fala da admiração dos marroquinos por Ronaldo e pela seleção nacional. Apesar das dificuldades, espera reedição do que sucedeu no Mundial 1986, no México.
A+ / A-

Tahar El-Khalej argumenta que, embora Marrocos não tenha o melhor jogador do mundo, tem como imagem de marca "uma equipa que trabalha junta". São vários os factores que unem Marrocos e Portugal, quando se fala de futebol, começando logo pela admiração dos marroquinos por Cristiano Ronaldo e deste pelo país do norte de África.

No histórico de confrontos oficiais entre as duas seleções, que medirão forças na segunda jornada do grupo B do Mundial 2018, só há registo de um embate, no Mundial do México em 86, com vantagem para os marroquinos, por 3-1, resultado que colocou os africanos na fase seguinte ao invés de Portugal. Em Bola Branca, o antigo jogador de Benfica e União de Leiria e internacional por Marrocos recorda esse resultado.

"As pessoas ainda se lembram disso. Agora não tem nada a ver com o que aconteceu há 30 anos. Agora a equipa é muito forte, tem bons jogadores e o melhor do mundo", sublinha. Tahar confessa ser adepto do conjunto de Fernando Santos, mas neste jogo torce pela seleção do seu país, onde se destaca Benatia, "um líder e o patrão da equipa".

Cristiano Ronaldo e o desafio de quarta-feira

O ex-Benfica recorda a relação entre o capitão luso e o seu país.

"Gostam muito dele e ele gosta de Marrocos. Está sempre em Marraquexe. Ele gosta do povo marroquino e nós também gostamos muito dele. É um grande jogador, o melhor do mundo. O Ronaldo faz a diferença e vai ser difícil de marcar", projeta Tahar.

O antigo jogador antevê um desafio "muito competitivo", considerando que "Portugal tem uma boa equipa, que é campeã da Europa, e tem o melhor do mundo". Em jeito de conselho, o marroquino salienta que "não pode ser cometido qualquer erro", sob pena de "ser fatal e marcar o jogo".

Portugal e Marrocos defrontam-se na quarta-feira, às 13h00, no Estádio Luzhniki, em Moscovo. O encontro terá relato na Renascença e acompanhamento ao minuto em rr.sapo.pt.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.