A+ / A-
Mundial 2018

Sergio Ramos. "Amanhã não desejo nada de bom a Ronaldo"

14 jun, 2018 - 17:47

Capitão da seleção espanhola esteve hoje presente na conferência de impressa ao lado do novo selecionador, Fernando Hierro.
A+ / A-

Sergio Ramos foi o jogador escolhido para a conferência de imprensa da seleção espanhola desta quinta-feira. O jogador do Real Madrid falou do momento difícil que a seleção passou, na sequência do despedimento de Julen Lopetegui mas sublinha a necessidade de virar a página, deixando elogios ao sucessor.

“A Espanha deve estar acima de qualquer nome próprio. O Fernando [Hierro] é a pessoa indicada para substituir a ausência de Julen [Lopetegui]. É um homem que todos admiramos já há muito tempo”, adiantou.

Quando questionado sobre se já tinha conhecimento das negociações entre o Real Madrid, equipa onde também é capitão e Julen Lopetegui, Ramos diz que, quando se é capitão, “sabe-se um pouco mais”.

Em relação à sua opinião sobre o tema, refere que não são os jogadores que tomam decisões e, por isso, “depois do Mundial que cada um diga o que pensa”.

Sobre Portugal e Ronaldo

O capitão espanhol disse também que prefere ter Cristiano Ronaldo a seu favor do que contra e que o jogo desta sexta-feira vai ser muito importante para a seleção espanhola seguir em frente.

“Prefiro tê-lo na minha equipa do que contra. É um perigo constante. Têm [Portugal] uma seleção completa e uma defesa compacta que transmite segurança. Vai ser um jogo muito atrativo para todos os que gostam de futebol. Mas amanhã não desejo nada de bom a Ronaldo”, salientou.

O Portugal-Espanha arranca às 19h00 de sexta-feira, no estádio olímpico Fisht, em Sochi. Jogo com relato na antena da Renascença e acompanhamento ao minuto em rr.sapo.pt.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.