O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-
Spoting

Rita Garcia Pereira espera que não seja necessária intervenção policial

14 jun, 2018 - 18:15 • João Fonseca

Decisão do Tribunal bem recebida pela Comissão Fiscalizadora nomeada por Marta Soraes e com apelo a Bruno de Carvalho.
A+ / A-

Rita Garcia Pereira, elemento da Comissão Fiscalizadora nomeada por Jaime Marta Soares reagiu, em declarações a Bola Branca, à decisão do Tribunal da Comarca de Lisboa de suspender as assembleias convocadas por Bruno de Carvalho para os dias 17 de junho e 21 julho.

A advogada lembra que os "fundamentos são iguais aos da nota de culpa". Agora, espera que "esta decisão seja acatada", revelando ainda que, em relação à suspensão determinada pela Comissão, também o juiz teve o mesmo entendimento.

Desta forma, Rita Garcia Pereira considera que, por este motivo, "Bruno de Carvalho não se apresentou hoje nas instalações do clube".

A causídica deixa ainda um apelo, no sentido de que, "honestamente, não seja preciso o recurso à força pública".

"Espero e acredito que não será", reforça.

"Este é o apelo que temos deixado sempre, desde o início. Inicialmente como sportinguista, o apelo sempre foi para que o regulamento e, em particular, os estatutos sejam cumpridos. Que se faça, no fundo, ouvir a vontade dos sócios, mas numa assembleia regularmente constituída", que, como se sabe, está designada para o próximo dia 23 de junho, no Altice Arena.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.