A+ / A-
Primeira Liga

José Gomes não podia recusar "oportunidade extraordinária" do Rio Ave

13 jun, 2018 - 19:30

Treinador de 47 anos rubricou contrato de uma época com os vila-condenses, sucedendo a Miguel Cardoso.
A+ / A-

José Gomes mostra-se orgulhoso pela "oportunidade extraordinária" de orientar o Rio Ave, clube com o qual assinou contrato válido por uma temporada.

O técnico, de 47 anos, natural de Matosinhos, prestou as primeiras declarações como novo técnico dos vila-condenses, sucedendo no cargo a Miguel Cardoso, que saiu para abraçar o projeto do Nantes.

"Havia realmente esta vontade de voltar a casa e a saudade de estar com os nossos. Esta oportunidade de vir treinar o Rio Ave é extraordinária porque é um clube com uma estrutura grande, excelente organização", afirmou, aos meios de comunicação do emblema do Estádio dos Arcos, admitindo, sem reservas, que "a fasquia está alta" para 2018/19.

"Na última época, o Rio Ave teve o maior número de pontos, ficou em quinto lugar e vai disputar a pré-eliminatória da Liga Europa, que está aí à porta. Também sabemos que vários jogadores saíram e vamos começar praticamente do zero", salientou José Gomes.

O treinador regressa a Portugal, depois de ter trabalhado em países como Grécia, Hungria, Arábia Saudita ou Emirados Árabes Unidos. No futebol luso, treinou Paços de Ferreira, Desportivo das Aves, Leixões, União de Leiria e Moreirense.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.